sábado, dezembro 01, 2018

CANELA - RS: CATEDRAL DE PEDRA E CACHOEIRA DO CARACOL

Canela está bem coladinha em Gramado, tanto que os pacotes de viagem oferecem tour Gramado/Canela. A cidade, apesar de turística, não tem a mesma arquitetura de Gramado. É mais parecida com uma cidade comum, com obras, comércio, mercadinho aqui e ali. Tudo em Canela é mais barato, isso é importante.

A atração principal da cidade é a igreja Nossa Senhora de Lourdes, mais conhecida como Catedral de Pedra. Ela foi fundada em 1937 e já foi considerada uma das sete maravilhas do Brasil. Eu nem sabia que isso existia, mas sim, existe.

A estrutura segue mais ou menos o padrão de Gramado, estacionamentos nas vias públicas e que você paga um valor X de acordo com o tempo que vai ficar parado. É bom, porque você sempre encontrará vagas. É ruim porque ninguém merece esquecer de pagar ou chegar desavisado.

Ela é simplesmente linda. Impressiona a altura e cada detalhe dessa construção belíssima. Confesso que ali na parte central não tem muito o que visitar além da igreja. Como a cidade é mais "simples", digamos assim, as coisas são bem mais baratas. Por exemplo, almoçamos em um restaurante self service e pagamos algo em torno de R$20 reais. Esse valor em Gramado não foi nem o sorvete que tomamos.

Além disso, se você quiser levar chocolate para muitas pessoas e não estiver afim de gastar MUITO MESMO com a Lugano, Caracol ou Chocolate Gramadense, tem uma lojinha de chocolates bem escondida perto da igreja e que compensa demais. No final das contas você percebe que é tudo nome. Não lembro o nome da loja, mas foi indicação de um colega que já tinha ido lá.

Os chocolates são ótimos, mesma qualidade dos outros de marcas famosas, porém muito mais baratos. Ele fica dentro de uma mini galeria na entrada ao lado da pizzaria Toca da Bruxa. É fácil de achar, vai por mim.

Depois da nossa visita ao centro, foi a vez de conhecer os famosos bondinhos e a Cachoeira do Caracol.

Bom, eu tenho um pavorzinho de aventuras, alturas e bondinhos. Mas sempre penso que ATÉ HOJE NÃO ACONTECEU NADA DE RUIM, PORQUE ACONTECERIA AGORA? E aí entrei no bondinho. Foi uma das melhores sensações.

A vista ali é maravilhosa. Sinceramente, só estando lá para saber como é. A cachoeira é linda e a sensação de paz é impagável. Os bondinhos aéreos te levam para ver a cachoeira e também para a Estação Animal.

Com um desnível de 130 metros, o espaço conta com mirante e trilhas de 230 metros com placas de identificação das árvores ao longo do percurso. Na Estação também está o Espaço das Esculturas que Falam, com cerca de 85 peças talhadas em madeira pelo artista plástico Masaharu Hata (1938-2010). As esculturas reproduzem a aparência e também o som dos animais, permitindo ao visitante interagir com cada peça. Para complementar o espaço, o designer e artista plástico Rodrigo Huelsmann criou e esculpiu um cenário de floresta composto por esculturas de árvores, plantas e pintura de animais nativos.

Como vocês sabem, eu adoro exposições, museus, esculturas e tudo relacionado a arte, então fiquei bem feliz por conhecer a Estação Animal.

É um passeio que você precisa incluir no seu roteiro caso vá para Gramado/Canela. O contato com a natureza é sempre ótimo e fazer isso enquanto sai da sua rotina não tem palavras.

Depois que conhecemos Canela fomos para Bento Gonçalves visitar um casal de amigos que se mudou recentemente para lá. Conhecemos o Vale dos Vinhedos e visitamos a fábrica da Miolo. Quer saber como foi? Nos próximos posts eu conto.

quinta-feira, novembro 29, 2018

HARLEY MOTOR SHOW, SALÃO SUPER CARROS E VALE DOS DINOSSAUROS

Assim que você sai do Museu de Cera, já entra no elevador para visitar a Harley Motor Show. Achei legal porque tem vários modelos lindos de moto e, apesar de não ser aquela fã alucinada, gosto de admirar as belezuras que elas são. E também tem vários modelos antigos.

Eu ia fazer um post separados para cada um desses lugares, mas preciso dizer que foram os mais fracos e eu realmente não recomendo. No museu da Harley tem um bar no centro e você pode pedir bebidas e comidas, porém tudo caro demais e aquela luz vermelha me deixou meio zonza.



Salão Super Carros

O bom é que os parques/museus são tudo perto um do outro e na sequência, então você vai em todos de uma vez só. O salão super carros é, digamos, boring demais. São vários modelos de carros de luxo, coisa que não mexe muito comigo. Tem um Bumblebee gigante na entrada, única parte legal.

Parque dos Dinossauros

Preciso dizer que se você não tem criança pequena viajando com você, não gaste seu tempo e seu dinheiro com este parque. Você vai se decepcionar com certeza. O parque é o mais longe e o passeio é bem curto.

O legal é que na maioria dos dinossauros tem uma plaquinha contando a qual período eles pertencem e quando foram extintos. Mas não tem nada de mais. Uma parte do caminho você faz de carro, da entrada principal até o início da trilha. É bem bobinho.


Como eu não conhecia e não conhecia ninguém que já tivesse feito esses passeios, eu fui, mas sinceramente não volto mais. Ficamos com muita vontade de ir em outros parques, mas acabamos optando por esses. Tudo bem, nós não sabíamos, mas hoje fica o sentimento de "poderia ter ido para outro".

Depois que saímos do Vale dos Dinos, fomos conhecer Canela, conto para vocês como foi nos próximos posts.

quarta-feira, novembro 28, 2018

ALDEIA DO PAPAI NOEL

Eu amei conhecer Gramado, mas se você me perguntar quais lugares pretendo voltar, a Aldeia do Papai Noel com certeza será esse lugar. Primeiro, eu adoro o clima natalino. Segundo, tem um mirante e eu amo mirantes. Três meses se passaram e eu ainda estou encantada com o parque, realmente é lindo e me faz querer que o natal dure o ano inteiro.

Assim que entramos na aldeia, somos orientados a seguir a trilha por meio das plaquinhas. As fotos que eu coloquei a seguir estão na ordem do passeio e acredito que assim fica mais fácil de entender como é lá. Mesmo porque a Aldeia do Papai Noel é bem grande, tem muita coisa para ver por lá.


Vários brinquedos foram doados ao longo dos anos e estão todos na casa de bonecas logo no início.
Quarto dos ursos
Início da trilha
Vista do mirante
Nas fotos acima, é um salão enorme com vários itens daqueles bem antigos, é como se fosse a fábrica do Papai Noel e seus objetos de trabalho. Também tem uma lojinha de suvenirs (mas não comprei nada).

Esse salão antecede o mirante e avista para a serra é linda, aquela neblina ao fundo faz com que eu queira voltar a Gramado apenas para visitar a Aldeia.

Muitas plaquinhas como esta espalhadas pelo caminho todo.
Aqui começam as fotos por dentro da casa do Papai Noel. Eu preciso montar uma decoração de natal aqui em casa.

Cartinhas de natal.
Uma pequena observação: na foto acima, mostro a entrada principal. Lá tinha um senhor vestido de Papai Noel que quase me causou um infarte. Eu não tinha percebido que era uma pessoa de verdade ali e fiquei muito sem graça depois de levar um susto, tanto que nem pedi uma foto.

Pedra do amor
Árvore dos desejos
Tem muito mais coisas para ver por lá, mas acho que o post já está grande o suficiente. Você vai andar bastante, mas acredite, vale cada minuto. Nós decidimos visitar a aldeia no final da tarde e mal sabia eu, sedentária como sou, que ficava em um lugar com uma subida super íngreme. Sofri demais para chegar lá, mas foi incrível.

Espero que vocês estejam curtindo os posts, porque para mim está sendo maravilhoso relembrar esse viagem que eu tanto sonhei.
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.