terça-feira, outubro 23, 2018

LE JARDIN - GRAMADO, RS

Continuando os posts da minha viagem a Gramado, no Rio Grande do Sul, hoje vim contar para vocês como foi a visita ao Le Jardin. É um dos lugares clássicos a se visitar na área, sem dúvida você precisa colocar no roteiro.

Nunca estive fora do Brasil e o mais longe que fui estou contando para vocês nessa série de posts, mas se eu pudesse comparar o Le Jardin a qualquer lugar do mundo, certamente esse lugar seria a Itália. O lugar tem um clima "não Brasil" que é impressionante.


Não poderia faltar um gato, claro!

O parque é bem grande e tem uma vista linda da serra. É bastante íngreme, então você vai precisar de fôlego para chegar lá em cima.

Sobre o parque: Na primavera de 2006 o Le Jardin Parque de Lavanda nasceu e foi apresentado ao público. Jorgito e Patrícia viveram um sonho. Conheceram juntos a felicidade e, inspirados nela, resolveram dar-lhe cor e forma. Construíram um paraíso, um lindíssimo jardim de flores e lavandas! A satisfação foi tanta que decidiram abrir as portas de sua residência e acolher todos os visitantes que desejassem contemplar o jardim. Situado na entrada da cidade de Gramado, numa propriedade de 3,5 ha., com diversas plantas exóticas e espécies inéditas de lavanda no Brasil, apresenta a seus visitantes além de um belíssimo jardim, uma loja temática, estufas de produção de flores e um pequeno café.
O parque atualmente se dedica a divulgação da lavanda e seus benefícios terapêuticos, ornamentais e culinários. Atua igualmente na valorização dos jardins naturais, fomentando sua cultura, técnicas e artes a eles relacionadas.


Ainda estou apaixonada pelo Le Jardin depois de dois meses. É impossível não ficar encantado, sabe? Apesar do solzinho, o dia estava bem frio e uma delícia. Dentro da loja temática, você encontra diversos produtos, de cosméticos a lanchinhos rápidos. 

O cheiro de lavanda é ótimo, além da lareira no meio da loja. É um dos lugares que eu pretendo voltar novamente assim que possível, sinto saudades já.

Se você for a Gramado, não esqueça de visitar o parque, ele está aberto diariamente de 9h30 às 17h30, quando fui a entrada era gratuita, mas no site está falando que é cobrado R$10, ainda assim vale muito a pena. Para mais informações você pode acessar o site do Le Jardin.

Espero que tenham viajado um pouquinho através das minhas fotos. Até a próxima!

segunda-feira, outubro 22, 2018

REPENSANDO O MEU CONSUMISMO

Quem diria que um dia eu repensaria meu consumismo unicamente por querer priorizar outras coisas? Se você não está entendendo nada, eu explico. De uns tempos para cá, venho percebendo que ter coisas em grande quantidade não me deixa mais feliz do que eu poderia ser fazendo uma viagem.

É isso mesmo que você leu, jovem gafanhoto. Euzinha, consumista do jeito que ERA estou aqui, desejando nunca ter acumulado uma quantidade absurda de batons e sapatilhas. É impressionante como isso, atualmente, me incomoda.

Houve um tempo em que eu imaginava que a única forma de alegrar meu dia era indo ao shopping para torrar meu suado dinheirinho com coisas desnecessárias, apenas pelo prazer de comprar. Uma saidinha para ir ao mercado era motivo suficiente para comprar qualquer coisa além daquilo que eu realmente ia comprar.

Acontece que quando eu era mais nova e não trabalhava, ficava desejando tudo o que via pela frente, mas meus pais, assim como quaisquer pais sensatos, não saíam gastando o dinheiro deles com besteiras para mim. Nunca me faltou nada, mas eu sempre queria mais e mais.

E aí que quando comecei a trabalhar, acho que meu subconsciente quis colocar todas as compras em dia. Eu já cheguei a ter três blusas do mesmo modelo, mudava só a cor. Vestidos iguais que mudavam só a cor.

O problema é que na hora da compra, era tudo maravilhoso, mas quando você chega em casa e percebe que o seu vazio interior vai além de umas comprinhas, o mundo desaba. Você percebe que você pode ter o mundo inteiro e que nada vai te satisfazer, porque o espaço que tem dentro de você não pode ser preenchido com cinco batons novos.

Nós precisamos ser felizes apesar de tudo. Não é uma casa enorme, coisas caras, sapatos a perder de vista que vai te fazer feliz se você tem um problema maior. Quantas vezes eu fiquei estressada por dias depois de sair e não voltar com uma sacolinha para casa?

Desde que comecei a ver as coisas dessa forma, e desde que decidi que quero viajar e ter experiências que uma blusinha nova não vai me proporcionar, eu simplesmente perdi a vontade de sair gastando dinheiro atoa.

É péssimo olhar para os cantos da casa e ver coisas entulhadas. Decidi comprar só o que realmente é necessário e me dar mais ao luxo de comer coisinhas gostosas e diferentes, além das viagens que já estão na minha mente.

Também quero dizer que depois de uma arrumação aqui nas minhas coisas, decidi que vou ficar um ano sem comprar sapatos e maquiagens. Esse prazo pode se estender caso até lá eu não tenha conseguido usar todos os batons que tenho aqui. Estou em processo de doação de várias coisas, como por exemplo, roupas e sapatos. As roupas já doei, os sapatos é que estão difíceis.

Espero conseguir manter essa linha de pensamento e conto com o apoio de vocês. Continuem acompanhando minhas publicações, vai que você decide entrar nessa de consumo consciente também?

sexta-feira, outubro 19, 2018

7 IDEIAS DE PAREDES DELICADAS PARA QUARTOS DE BEBÊS

Já faz um ano que estou na casa nova junto com o boy e desde então não fizemos nenhuma mudança no apartamento, já que ele está em ótimas condições e muito bem arrumadinho, mas faz uns meses que estou com a ideia fixa de fazer algumas mudanças, por exemplo, pintar as paredes e comprar móveis novos.

Se vocês quiserem, eu posso compartilhar aqui no blog algumas outras ideias de decoração e também as que eu for implantando aqui no meu apartamento. Coloquem nos comentários o que acham.

Além disso, ainda tenho um papel de parede aqui que está esperando para ser usado, mas já comecei a pesquisar outras estampas e a loja Bem Colar vem me inspirando muito. Achei bem fofa a ideia de utilizar papel de parede para quartos de bebê. Usado a criatividade, você não precisa necessariamente usar o papel de parede só no quarto de crianças, então  peguei algumas ideias para compartilhar com vocês.


O legal do papel de parede é que você pode aplicá-lo onde quiser, basta ter um pouquinho de paciência e planejamento. Conheci o site da Bem Colar faz alguns meses e fiquei apaixonada pela variedade de estampas que eles têm, além dos precinhos ótimos.

Estou completamente apaixonada por essa estampa floral da quinta imagem, acho que daria certinho em um quarto que tenho aqui e que em breve vai virar escritório. Vale muito a pena conferir se você está planejando alguma mudança em casa.

Aposto que você pensou que era para o meu bebê, né? Não, gente. Não estou grávida, estou apenas dando sugestões de decoração, que eu sei que vocês amam. 

Coisa boa a gente compartilha, certo? Por isso fiquem com essas dicas. Todos os modelos estão no site e você pode acompanhar a Bem Colar no Twitter, Facebook, Youtube, Pinterest G+.

terça-feira, outubro 02, 2018

LAGO NEGRO, GRAMADO - RS

Como sonhei conhecer o Lago Negro. Foi um dos lugares que eu mais quis conhecer em Gramado, então, logo coloquei ele no roteiro juntamente com o Le Jardin. Quando você começa o planejamento para conhecer Gramado, uma das primeira opções que todos sugerem é o Lago Negro. Não é para menos, o lago é lindo e é de graça, você paga apenas para andar de pedalinhos.

História do Lago Negro:
Inicialmente chamava-se Vale do Bom Retiro. O local em que o lago se encontra atualmente foi destruído por um incêndio em 1942, e Leopoldo Rosenfeld iniciou seu reflorestamento e a construção da barragem do lago em 1953, procurando semelhança com os lagos da Europa. As mudas de pinheiros que o margeiam foram trazidas da Floresta Negra, em alemão Der Schwarzwald, localizada no sudoeste da Alemanha, no estado do Baden-Württemberg.





Acho que foi onde menos tirei fotos, mas é porque eu estava muito ansiosa para conhecer o Le Jardin e também preferi apreciar a paisagem. É um lugar belíssimo e se você for a Gramado, não deixe de visitar.

O Lago Negro fica aberto de 8 às 19h e a entrada é gratuita.
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.