quarta-feira, dezembro 23, 2015

MINHA FOTOGRAFIA EM 2015

Esse ano foi, sem dúvida, o ano que mais aprendi. Aprendi muito sobre mim mesma e como venho mudando meus pensamentos e conceitos a respeito das coisas ao meu redor. A fotografia está no meio desse aprendizado. Como fiquei sem emprego e muita gente me procurou para fazer umas fotos, decidi levar como um trabalho e colocar meus poucos conhecimentos em prática para ver no que daria. Fotografei desde festinhas familiares até casamentos e isso me trouxe um conhecimento enorme, de importância tamanha e que,  provavelmente, eu não teria adquirido caso tivesse entrado no primeiro emprego ruim que me apareceu. Tive a oportunidade de fazer trabalhos variados e, com todos eles, descobrir o que eu realmente quero fotografar.
Percebi que tem fotos que eu amo fazer e outras que faço por causa da grana mesmo, por exemplo, aniversário  infantil e casamentos. Se eu puder evitar trabalhar com isso, evitarei porque realmente não me da prazer. Por outro lado eu amo fotografar bebês e fazer ensaios individuais externos, além de outros tipos de fotografia, claro.
Eu tomei essa decisão depois de estudar muito. Ter uma base teórica e estudar a história te faz repensar aquilo que você fotografa. Como não é meu ganha pão eu tenho essa possibilidade de mudar o foco e caso a situação aperte eu ainda posso apelar para as festinhas de aniversário. Além disso eu realmente quero passar uma mensagem através das minhas fotos, sabe. Não quero algo vazio e sem sentido, pois a fotografia é muito mais do que uma simples postagem nas redes sociais. 2015 foi um ano muito bom e espero que o próximo ano seja ainda melhor, não só pra mim.

Acompanhe o blog nas redes sociais

 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

terça-feira, dezembro 22, 2015

NÁUTICO PRAIA CLUBE E CLUBE DO SESC, CALDAS NOVAS-GO

Já quero voltar para Caldas. Foram quatro dias maravilhosos e que tenho planos de repetir o mais breve possível, mas talvez não em Caldas de novo. Hoje venho mostrar os clubes por onde passamos. Fora o parque aquático do próprio hotel, nós fomos ao Náutico e ao Sesc que são referências. 

Essas primeiras fotos são do Náutico e lá é gigante, porém a maior atração, a piscina de ondas, estava em manutenção. Lembro da primeira vez que fui la, a movimentação da água é tão forte que quase fiquei sem roupa e ri horrores, mas dessa vez não pudemos aproveitar. 

Na verdade apenas as piscinas estavam funcionando, digo isso porque lá tem tirolesa, boia maluca, acesso à barragem e muitas outras atividades, talvez por ser meio de semana, estava tudo fechado. Mas ainda assim foi divertido e nós fomos lá dois dias.
As fotos abaixo foram tiradas no clube do Sesc e lá, apesar de não ter muita coisa diferente, foi bem relaxante. Uma das piscinas estava tão quente que era impossível entrar, sem falar que também tinha duas piscinas sem funcionar. 

O mais legal do Sesc é que você tem tudo lá mesmo: almoço, sala de jogos, lanches... não precisa sair do clube nem levar nada, é só comprar. Nesse dia estava bastante nublado e até choveu, o que foi uma maravilha. Acho que já citei aqui que Caldas Novas é muito melhor com chuva. 

Lá é bastante família, então tem muita criança, vozinhas e vozinhos. Tudo muito tranquilo, além de que tem um professor para fazer atividades dentro da piscina mesmo.

Um pouco do clube do hotel. Estava bem vazio e só conseguimos essas fotos com a ajuda do tripé. Foi bem engraçado. Ignorem minhas caras de psicopata e os dedinhos de paz e amor o tempo todo.

Há tempos eu estava precisando de paz e tranquilidade e enchi meu estoque para mais alguns meses. Estou torcendo para que a próxima viagem, mesmo que por aqui, chegue logo, porque não existe nada melhor.

Acompanhe o blog nas redes sociais

 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

segunda-feira, dezembro 21, 2015

O QUE CONSEGUI CUMPRIR DAS METAS DE 2015

O ano está quase acabando e nada melhor do que avaliar o que você conseguiu cumprir das metas estabelecidas. É normal não conseguir cumprir todas elas e outras acabam vindo naturalmente. Como ano passado eu fiz uma listinha sobre algumas coisas que eu queria para 2015, decidi vir aqui compartilhar com vocês o que deu certo, o que não deu e por que não deu. 

//A primeira meta para 2015 foi aproveitar mais o dia. Meu ano foi bem tranquilo. Tranquilo até demais, mas olhando para trás, na maior parte do tempo, consegui aproveitar meus dias e mesmo não sendo todos da forma como eu quis, ainda assim foi um ano bem aproveitado.
//A segunda meta foi ser uma pessoa organizada. Olha, eu acho que organização não é meu forte, mas em vista do que já fui em verões passados, esse ano consegui me manter bem nos eixos. Fui bem controlada financeiramente, minha estante está limpa e organizada, meu guarda-roupas nem tanto, mas é só um detalhe. Minhas bijus estão lindamente separadas. Está tudo no seu devido lugar, então posso dizer que consegui.
//A terceira meta foi estudar. Posso não ter feito muito esse ano, mas se tem algo em que fui rigorosa foi com os estudos. Que venham as provas.
//A quarta meta foi escrever mais. Esse blog é prova viva de que essa meta foi cumprida de forma gloriosa!
//A quinta meta foi ter mais calma. Fail. Não consegui. Perdi o controle muitas vezes, fiquei nervosa, chorei, perguntei porquê, perdi oportunidades, briguei. Agora, nos 45 do segundo tempo, vejo o quanto fui tonta e resolvi dar um descanso para o coração que estava bem prejudicado.
//Colocar mais dedicação em tudo. Sim, fui bastante dedicada em cada gesto meu e vi o quanto vale a pena você abrir mão da pressa e fazer tudo da forma mais perfeita.
//Aproveitar as oportunidades. Fui burra, não aproveitei quase nenhuma por causa do item 5.
//Rir mais. Em meio a muita bad, tenho certeza que fui uma pessoa alegre em 2015. Chorei muito, mas ri muito mais, então, meta cumprida.
//Ler todos os livros da estante. Acho que nunca vou conseguir cumprir isso nem em mil anos. Alguém já conseguiu? Acho que não né? Não me julgue =D
//Reclamar menos. Foi difícil, mas eu juro que tentei e, fora as reclamações com o noivo, não reclamei de quase nada. Juro, juradinho.
//Deixar a preguiça de lado. Repito a pergunta do post original: Alguém me diz como?
//Voltar a ser mais segura. Na maior parte do tempo eu acreditei em mim, mas tive umas recaídas e achei que não seria capaz, porém Deus (ou seja lá o que você acredite) me mostrou todos os dias que eu poderia fazer qualquer coisa e hoje posso afirmar que estou bem segura e confiante.
//Publicar um e-book de fotografia. Quase saiu do papel, mas ainda preciso estudar mais e, além disso, a internet já tem muita dica básica. Eu quero fazer algo diferente e estou em busca disso, mas no momento esse projeto vai esperar um pouco.
//Divulgar o blog. Consegui dentro do possível e descobri pessoas maravilhosas com isso. A ideia agora é continuar.
//Poupar. Se tem uma coisa que fiz em 2015 foi poupar. Eita meta bem cumprida!!

É maravilhoso perceber que finalmente consegui cumprir algumas metas, mesmo que bobas. Ver resultados me incentiva a querer mais e mais. Para 2016 eu não vou estabelecer metas. Vou deixar a meta aberta e quando eu atingir a meta, vou dobrar a meta hahaha
Brincadeiras a parte, estou pensando no que quero para o próximo ano, mas sem dúvida a prioridade é ser feliz!

Acompanhe o blog nas redes sociais

 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

sexta-feira, dezembro 18, 2015

MAIS UM POUCO DE CALDAS NOVAS-GO

O combinado era sair às 6h para dar tempo de parar no caminho e tirar algumas fotos, o que não aconteceu, pois como eu disse no outro post, quase 300km de estrada sem acostamento. Saímos às 6h40 da manhã, já que na hora de sair tinha um pneu vazio que não queria ser trocado de jeito nenhum. Passamos em uma borracharia no caminho e e foi preciso troca o pneu porque ele estava rasgado. 

Depois da troca, partimos a caminho da cidade de águas quentes. Logo que chegamos a Caldas Novas, fomos direto para o hotel deixar as coisas para depois almoçar. Fomos surpreendidos com tamanha beleza, ótimo atendimento e pessoas extremamente educadas. O hotel que ficamos foi o Le Jardin (leia-se jardan). Pelas fotos é possível ver que não estou exagerando quanto à beleza. Três piscinas, um ofurô e uma sauna que nem tive coragem de entrar por causa da claustrofobia. 

Depois de conhecer o hotel, organizar as coisas e almoçar, ficamos um pouco na piscina quentinha. Apesar de detestar piscina, roupas de banho e tudo isso, Caldas Novas é um lugar em que não existe ódio, só amor no coração. Fomos dar uma volta na cidade, que apesar de pequena é uma delícia de andar. A decoração de Natal lá está linda demais.

Enquanto estávamos passeando pela cidade, eu não quis levar a câmera, porque seria completamente inviável andar com aquele trem gigante no pescoço. O celular é bem mais prático nessas horas e deixo a dica para você que vai viajar: evite levar uma reflex, procure algo mais compacto e capriche na composição das suas fotos. Realmente não compensa gastar tempo regulando o modo manual da câmera, muito menos decidindo qual objetiva você deve levar. Existem viagens e viagens. Nessa eu preferi o celular, mas na próxima, quem sabe eu escolha a outra?

Adoro esse Goiazão. O bom de morar aqui no quadrado é que você tem ótimos destinos BBBs. Além de que viajar de carro é muito gostoso. Ano passado quando fomos para Pirenópolis foi a mesma coisa de tão maravilhosos, a diferença é que para Caldas, ficamos mais tempo dentro do carro. Estou pegando gosto nisso e já penso no próximo destino.
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.