Posts in the category: e-book

segunda-feira, setembro 02, 2019

CHRISTINE - STEPHEN KING

Sinopse: Arnie Cunnigham era um perdedor. Rosto coberto de espinhas, desajeitado com as garotas, magro demais, passava os dias pelos corredores da escola, tentando fugir da gozação dos colegas. Isso até Christine entrar em sua vida. Amor à primeira vista. A partir desse dia, o mundo ganha novo sentido. Tudo o que Arnie quer é estar junto de Christine. Mas não se espere um novo Romeu e Julieta, tratando-se da mente assombrosa de Stephen King. Christine é um carro. Um Plymouth Fury 1958. Um feitiço sobre rodas que se apodera de Arnie e faz dele alguém diferente. Há algo poderosamente maligno solto pelas estradas de Libertyville. Uma força sobrenatural que vai deixando seu rastro de sangue por onde passa. Embarque nessa viagem assustadora e boa sorte.
★★★★★/5

Faz alguns dias desde que finalizei Christine e ainda não consegui tirar a história da minha cabeça. Ultimamente estou em um caso de amor com Stephen King e, mesmo sendo um livro mais antigo, eu nunca o havia lido e, sinceramente não conhecia a história.

A primeira coisa que você precisa entender antes de ler Stephen King é que ele cria todo um ambiente para poder desenvolver sua história. Ou seja, todos os detalhes desde o lugar onde a história se passa até o fio de cabelo perdido entre os lençóis de algum personagem.

Christine é um clássico das histórias de terror, tanto que virou filme. Quero dizer aqui que vi o filme depois da leitura, ou seja, esse ano. Como eu disse ali em cima, não conhecia a história antes disso.

Eu amo a escrita do Stephen King. Podem reparar no meu Instagram que ultimamente tenho lido muitos livros dele.

Christine é bem assustador. Talvez se eu fosse mais nova eu sentiria mais medo, mas ainda assim é bem bizarro você notar a mudança de personalidade do Andy depois que ele compra aquele carro.

Você vai enxergando aos poucos essa transição de um garoto bobo e cheio de espinhas para um cara cruel e respondão.

O interessante, também, é ver que o carro tem vida própria. Tudo muito bem explicado ao longo do livro, enquanto que no filme não explica nada o motivo de o carro ser "vivo".

Mesmo sendo uma leitura cansativa em alguns momentos, eu gostei bastante e é só mais um daqueles livros que você deseja que todos leiam.

Conte aí, você já leu ou tem vontade de ler?

Até mais.

Título: Christine
Autor: Stephen King
Páginas: 321
Ano: 1998
Editora: Objetiva
I.S.B.N: 9788573029000

Compre na Amazon.

quinta-feira, agosto 01, 2019

ESCURIDÃO TOTAL SEM ESTRELAS - STEPHEN KING

Sinopse: Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão Total Sem Estrelas os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas.
Em 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do Volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão Justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um Bom Casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos.
Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada – bom senso, piedade, justiça ou estrelas – para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.
★★★★★/5

Certamente você já leu ou já ouviu falar algo sobre Escuridão total sem estrelas. Não tem como, é um livro tão incrivelmente chocante e maravilhoso que eu o leria novamente várias vezes.

Trata-se de uma antologia, com quatro contos - não muito curtos, mas curtos o suficiente para você querer mais - e, inclusive um deles foi adaptado pela Netflix, 1922, já assistiram? Pois bem, vou falar sobre cada um desses contos e já adianto que a Netflix não colocou metade da bizarrice de 1922 no filme.

1922

Talvez tenha sido o mais longo, mas não é de forma alguma cansativo. Aliás, Stephen King tem o  poder de nos prender em seus livros de forma que você esquece o resto do mundo.

Quem viu o filme, sabe mais ou menos o que acontece, só que depois daquela parte que finaliza no filme, no livro ele segue com coisas bem mais tenebrosas e chocantes.

Pode até ter dado muito certo de início para Wilfred, mas claro que a vida não o deixaria sair dessa sem nenhuma consequência.

Gigante do Volante

O que acho incrível no Stephen King, desde que comecei a ler vários livros dele, tanto os mais recentes quanto os mais antigos, é que ele trata de vários assuntos extremamente importantes, pesados e com muita propriedade. Sem dúvida ele é um escritor completo.

Gostaria muito de uma adaptação dese conto, já que falar sobre  estupro é muito importante. É contundente, porém segue sendo uma história impressionante e com um ótimo final.

Extensão Justa

Você faria um pacto para prolongar sua vida independente das consequências? Mesmo sem saber quais são as consequências? Só tenho uma coisa a dizer sobre esse conto: incrivelmente assustador.

Só a palavra "pacto" é suficiente para me deixar curiosa e ansiosa. Não sei bem como definir esse conto, porque ele é tão assustador, mas tão maravilhoso que me faz apenas querer que todos leiam.

Um Bom Casamento

Casamentos são instituições sagradas, dizem por aí, mas é impossível conhecer a fundo uma pessoa mesmo dividindo o mesmo teto com ela há mais de vinte anos.

Descobrir por acaso que seu marido, pai de seus filhos, gente boa, simpático é na verdade um sádico, deve ser muito louco!

Em Um Bom casamento vemos perfeitamente como o ser humano pode ser uma podridão total por trás daquela pessoa simpática que cumprimentamos todos os dias na rua.

Lendo os livros de Stepnhen King me dei conta de que ele consegue falar sobre o sobrenatural, viagem no tempo, abuso sexual, estupro e ainda assim produzir obras sensacionais. Ainda não decidi qual meu livro preferido até agora, mas já posso dizer que todos os que li são meus preferidos.

Estou completamente apaixonada pela escrita desse homem e por suas abordagens. Já pensei em sair na rua entregando bilhetinhos escritos "LEIA STEPHEN KING".

Enfim, espero que tenham gostado da dica e se não leram, leiam, por favor. Para quem já leu vamos conversar.

Título original: Escuridão Total Sem Estrelas
Páginas: 392
ISBN: 9788581052755
Selo: Suma de Letras

Compre na Amazon

quarta-feira, dezembro 05, 2018

LIVRO | CARNIFICINA: CONTOS DAS CIDADES MALDITAS - VÁRIOS AUTORES

Carnificina contos das cidades malditas
Sinopse: Muitos escrevem sobre aquilo que mais desejam na vida: amor, dinheiro, sexo, aventura, fantasia; uma jornada em busca de uma recompensa, uma batalha em nome de um bem maior. Mas poucos são aqueles que se lembram de que, além do “felizes para sempre”, há a morte e todos os elementos que compõem a finitude humana. Destes nasceu o medo, e do medo advieram o terror e o horror que poucos desejam saciar em suas gargantas sedentas pela escuridão. Sob esta premissa, 12 autores se reuniram a partir de um convite singelo, a fim de que criassem contos de terror e horror com somente uma regra: escrever à vontade, sem amarras morais. Destarte, à procura da essência do sangue, do sobrenatural e das trevas, este grupo deu vida a uma antologia formada por histórias cruéis que se passam em cidades malditas, tal é a nossa realidade brasileira.

Avaliação: ★★★★☆

Demorei alguns dias para escrever sobre Carnificina e já quero começar dizendo que o e-book causou grande polêmica, já que uma página com mais de 20 mil seguidores acha lindo dizer que "destrói carreiras". 

Antes de começar a falar sobre o e-book, preciso manifestar minha opinião a respeito daquelas pessoas que consideram a literatura nacional um fracasso. Durante toda a minha vida de leitora, li livros bons, livros, ótimos e livros que preferia nunca ter lido.

Depois que comecei com o blog e comecei a indicar livros aqui, já recebi muitos livros de escritores nacionais independentes que querem um espaço. No meio desses livros eu já li coisas muito boas, assim como já li livros muito ruins mesmo. Mas eu nunca, jamais gostaria de ser reconhecida por acabar com "sonhos e carreiras". É uma questão de empatia.

Se, por acaso em algum momento da minha eu chegasse a me desentender com um escritor a única atitude que eu tomaria, certamente, seria ignorá-lo. Eu não me dou o trabalho de ler mais de cem páginas para depois falar na internet que foi a pior coisa que já li. Eu apenas não recomendo. Mas algumas pessoas não pensam assim, infelizmente. 

Dito isso, quero ressaltar que Carnificina não é para qualquer um. É um livro realmente pesado, com cenas fortes e que você dificilmente vai digerir, porém, vai agradar ao público que curte gore/trash. Penso que cada um deve procurar o livro que melhor agradar. 

Particularmente, gosto muito de cenas pesadas, não só nos livros, mas também nos filmes e séries. Mesmo tapando os olhos de vez em quando, eu gosto e curti bastante a premissa do idealizador do projeto. Gostei de cada um dos contos e,claro, devemos levar em consideração que a maioria dos autores são novos no ramo e acredito que é a primeira publicação da maioria. O que não diminui o trabalho que cada um teve ao escrever seus contos.

A ideia, acredito, é justamente chocar o leitor. Além do mais, eu estudo literatura há anos e sempre que leio qualquer livro eu separo o autor da obra. Não dá para crer sempre que aquilo que está escrito em uma história fictícia reflete exatamente o pensamento de quem escreve. Conheço diversos escritores que, apesar de não serem LGBTQ+, escrevem livros com esses personagens.

Se nós não pensamos que alguém que escreve sobre vampiros é de fato um vampiro, por quê, então, precisamos associar um escritor jovem ao personagem do seu livro?

No último conto, por exemplo, a autora Thainá Christine conta uma história que se passa aqui do Distrito Federal, mais especificamente em Planaltina. Eu conheço a cidade, conheço a história e, com base no blog da Thainá, posso concluir que é uma história de ficção muito bem escrita, com muitos detalhes e eu nunca mais vou olhar Planaltina com os mesmo olhos.

O livro é perturbador. É intencional, sei que é. Em vista de vários filmes que já vi e que também são perturbadores, Carnificina é tranquilo. 

E para finalizar, quero dizer que algumas coisas que eu não curti no livro, foram ditas a eles como um feedback. Aprendi que elogios você faz em público e bronca você dá em particular.

Título: Carnificina: contos das cidades malditas
Autor: D.A. Potens,‎ Alfredo Alvarenga E Carli Bortolanza,‎ Bruno Wolff E Lisa Hallowey,‎ Gustavo Paiva E Humberto Lima,‎ Jean Gabriel Álamo E Jessé Diniz ,‎ Raquel Pagno E Tatianie Kiosia,‎ Thainá Christine.
Páginas: 203
Ano: 2018
Gênero: Contos/Terror
Editora: Publicação independente
I.S.B.N: B07K3ZHPRH


Compre na Amazon clicando no link abaixo, assim você estará ajudando o blog ❤

terça-feira, maio 24, 2016

LIVRO | SUPER DESAPEGADA - JAQUELINE DE MARCO


Quem não ama um bom chick-lit? Eu particularmente adoro e acho que demorei tempo demais para ler Super Desapegada. Desde que a Editora Draco lançou a campanha eu estou de olho nesse livro, mas minha paixão por suspense/terror sempre falou mais alto e acabei deixando ele para depois. Agora tive a oportunidade de ler e gostei muito mesmo!

Em Super Desapegada temos Raquel, uma jornalista e blogueira, que escreve sobre relacionamentos e sobre como não se apegar demais a alguém. Ela é super admirada e procurada para dar conselhos amorosos, porém a própria vida amorosa dela não é lá bem resolvida. Parece familiar? Pois é. Essa história é bem comum no nosso dia-a-dia, certo? Quantas vezes você já foi conselheiro (a) de amigos, familiares, mas não sabe o que está acontecendo com sua própria vida? Eu me identifiquei demais (risos).

Raquel sempre foi apaixonada por seu melhor amigo Alan, porém nunca conseguiu se declarar. Eles sempre foram muito próximos desde o aniversário de quinze anos dela, quando Eric suja todo seu vestido de bolo. Alan é veterinário e como desculpa para manter o amigo sempre por perto, ela adota uma gatinha chamada Penny. O problema é que Raquel está meio acomodada com toda a situação. Em determinado trecho, ela conversa um pouco com uma leitora do blog e conta um pouco sobre sua confusão sentimental. Logo a leitora pergunta se Raquel fala do amor de sua vida ou de seu irmão.

Com a entrada repentina de Eric em sua vida, todos os sentimentos dela ficam confusos. Eric é um amigo de infância e reaparece em sua vida por causa de um evento geek que Raquel ficou responsável por cobrir. Ele tem uma irmã chamada Bianca e justamente ela se torna a maior rival de Raquel.

O livro todo é muto agradável e muito bem elaborado. Apesar de não considerar que foi o melhor dos planos, a ideia de Raquel para ter o amor de sua vida é compreensível. Dizem que no amor e guerra vale tudo. Mas, por outro lado, quando todos ao seu redor te falam algo do tipo "se até hoje ele não se declarou para você mesmo sabendo dos seus sentimentos, então ele não te ama", é bom dar ouvidos. É comum nos acomodarmos a determinadas situações e, muitas vezes, sentimentos, sem contar que mudanças trazem enorme insegurança.

O livro traz uma mensagem muito legal sobre como podermos nos perder ao nos apegarmos demais a coisas e pessoas e como a vida pode ser confusa algumas vezes. A vida de adulto é algo realmente estranho, fala sério! Ir ao chá-bar da pessoa que você mais gostaria de evitar na vida e ainda ter que agir naturalmente? Jaqueline de Marco é brasileira e estou admirada com a ideia toda de Super Desapegada. Com uma linguagem simples e de fácil compreensão, recomendo a leitura a todos que gostam de um bom romance com pitadas de humor. 


Título: Super desapegada | Autor (a): Jaqueline de Marco | ISBN: 9788582431122 | Ano: 2015 | Páginas: 220 | Editora: Draco
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.