Posts in the category: Rotaroots

terça-feira, julho 14, 2015

5 VEZES EM QUE A VIDA ME FEZ ROCKEIRA

Depois de ficar muito tempo sem postar nenhum dos temas propostos pela Rotaroots*, hoje eu decidi fazer esse post em homenagem ao dia mundial do rock que foi ontem, 13 de julho. Hoje, eu não sei se tenho um estilo de música preferido, depende muito, mas se eu tivesse que escolher um único estilo musical para ouvir pelo resto da vida, sem dúvida seria rock. Então vamos lá.
1) Quando eu estava na 7ª série e achei que, conhecendo demais a vida, o rock poderia substituir qualquer relacionamento amoroso.

Pois bem, eu estava na fase de me apaixonar por qualquer garoto que dissesse que "oi" para mim, e claro que isso não daria certo. Então eu decidi que jamais me apaixonaria novamente, deixaria de ouvir pagode para ouvir rock e só usaria preto. Sim, foi uma troca maravilhosa, mas ainda voltei a me apaixonar e a usar rosa.
2) Quando fui ao show mais lindo ever, mesmo não sendo rockeira (tiramos essa fotos antes de entrar no ginásio)

Foi no dia 15 de setembro de 2011. Quando soube que haveria show do Judas Priest aqui em Brasília, meu noivo não pensou duas vezes e, claro, fui com ele. Imaginei que seria pisoteada ou que teria um ritual satânico no meio da pista, mas foi a coisa mais linda que já vi. Os efeitos incríveis, tudo muito organizado, pessoas educadas e o Rob caindo da moto. Foi lindo!
3) Quando Deus me deu um noivo rockeiro e que tocava em uma banda de metal

Até hoje lembro a primeira vez em que o vi tocando bateria. Não é porque é meu noivo não, ou talvez seja, mas ele é incrível. Nunca fez aulas de bateria e toca demais e não sou só eu quem diz isso. Ele é realmente foda! Hoje ele ainda toca em três bandas (maravilhosas), mas nada comparado aos tempos de ouro que cito logo abaixo.
4) Quando, nos shows da banda do noivo, sempre tinha a banda, eu e um bêbado. Apenas.

Os melhores momentos da minha vida de "namorada de um rock star" era quando ele ainda tocava metal e nos shows não ia ninguém além das bandas que tocariam, as namoradas e um bêbado que ficava dançando na frente do palco. Tempos bons... 
5) Quando percebi o Rob Haford tem o vocal mais lindo do mundo!

Antes do show, quando eu quis conhecer a banda para depois entrar no meio daquela loucura, eu percebi que era aquele cara que eu queria ouvir cantando pelo resto da minha vida.

Brincadeiras a parte, o rock sempre esteve presente na minha vida, mesmo quando eu ouvia só músicas evangélicas. Comecei me apaixonando pelo Love Metal, lembram dos CDs? Minha vizinha ouvia no volume máximo e além disso tinha o comercial na TV que passava trechos das músicas. Passei a buscar um pouco mais sobre os cantores que estavam naquelas coletâneas e, graças a Deus a internet chegou para facilitar mais ainda o acesso a tudo aquilo que um dia me foi proibido.

Bye

*Esse post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Um grupo de blogueiros que buscam resgatar o tempo dos bons e velhos diários virtuais. 

segunda-feira, fevereiro 16, 2015

TRAZENDO UMA BANDA DO PASSADO

A Blogagem Coletiva desse mês trouxe vários temas legais e eu fiquei com vontade de fazer todos, mas como querer não é poder, decidi apenas trazer algumas bandas do passado que por algum motivo, hoje, só existem na nossa lembrança (e no Youtube). Escolhi quatro bandas, duas nacionais e duas internacionais, mas tem várias outras bandas e cantores que eu queria que voltasse.

The Beatles
Só comecei a ouvir Beatles há uns três anos e mesmo assim, é uma das bandas preferidas. Acho que muita gente, se pudesse, traria nossas cabeças de toquinho de volta.

segunda-feira, janeiro 19, 2015

Meme: 15 coisas para fazer em 2015

Ainda dá tempo para falar sobre as metas do ano né? Às vezes acho que, ou o ano é muito curto para tanta meta ou eu tento fazer tudo ao mesmo tempo e não consigo fazer nada. Por esse motivo, decidi que não vou traçar metas incompatíveis com minha situação atual, vou buscar coisas que eu são realmente possíveis. Então, em 2015 eu quero:
1 - Aproveitar mais o dia para que eu não fique com a sensação de que não consigo fazer nada
2 - Ser uma pessoa organizada. É uma meta de vida, na verdade
3 - Estudar, porque nunca é demais
4 - Escrever mais e não deixar que as ideias fiquem só dentro da cabeça
5 - Ter mais calma em todos os sentidos. Não comecei o ano praticando, mas vamos fazer de conta que começa agora
6 - Colocar mais dedicação em tudo. Se é para fazer, que faça direito
7 - Aproveitar as oportunidades, pois acho que não aproveito e elas passam
8 - Rir mais. É o melhor remédio e tem que ser
9 -  Ler todos os livros da estante, porque não aguento mais eles me encarando
10 - Reclamar menos e agradecer mais
11 - Deixar a preguiça de lado. Alguém me diz como?
12 - Voltar a ser mais segura e confiar mais em mim mesma
13 - Publicar um  e-book sobre fotografia e isso está mais perto do que longe
14 - Divulgar o blog, mas ainda não sei se tenho coragem
15 - Poupar. Já chega de compras desnecessárias!

Esse post faz parte da proposta do Rotaroots, um grupo de blogueiros que buscam resgatar a época de ouro dos blogs. Sem regras, sem clichês e com muito amor!

sexta-feira, outubro 17, 2014

Outubro Rosa

O post de hoje é mais do que especial, é um alerta a nós mulheres. Todo mundo já ouviu falar sobre o Outubro Rosa, que é um mês dedicado a chamar ainda mais a atenção para a realidade do câncer de mama hoje e mostrar a importância do diagnóstico precoce. 
Gente, isso não é brincadeira, é uma coisa bastante séria e o auto exame é fundamental para todas nós. A maioria das mulheres descobre o câncer de mama durante esse processo e quanto mais cedo ele é descoberto, maiores são as chances de sucesso no tratamento. Você pode seguir os cinco passos abaixo, é bem simples:
Conhecer seu próprio corpo é muito importante e é claro que não basta só fazer o auto exame, é preciso ter uma vida saudável e se cuidar. São alguns minutinhos que podem fazer uma enorme diferença.
O movimento começou há muito tempo e vem aumentando a cada dia em todos os lugares do mundo, não só no Brasil. Você pode acompanhar mais acessando o site http://www.outubrorosa.org.br/.

“Ninguém é imune ao câncer de mama. Quando o assunto é câncer de mama, não há mulheres ou super-mulheres. Todas têm que fazer o autoexame, mensalmente. Lute conosco contra esse vilão e se estiver em dúvida, fale com seu médico”.

Fica ai uma frase de conscientização. Não existem super-mulheres quando se trata de câncer, pode acontecer com qualquer uma, mas o acesso a informação pode mudar muitas vidas, por isso peço que quem estiver lendo, me ajude a levar isso a várias outras mulheres!


Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.