Posts in the category: Outros

terça-feira, outubro 31, 2017

O QUE FAZER QUANDO SE SENTIR PARA BAIXO?

Seja qual for o motivo, a razão ou a circunstância, tem sempre aqueles dias em que a gente gostaria de ficar isolado do resto do mundo, deitado em posição fetal e, talvez, com a Netflix como única companheira. Bom, eu já fiz muito isso e por experiência própria digo que nunca resolveu nada. Não aliviou sintomas de querer desaparecer e muito menos fez eu me sentir melhor. Muito pelo contrário, eu só levantava por obrigação e isso fazia eu me sentir até pior, já que o sentimento de não estar fazendo nada útil continuava.

Algumas dicas na internet me ajudaram bastante a melhorar em momentos assim, aliás ajuda até hoje e, também por experiência própria, faça por você. Não espere que você fique bem por causa de terceiros, não espere alguém vir te animar. Tome a iniciativa. Mesmo que a gente tenha pessoas queridas que nos apoiam, só você sabe o que está passando e sentindo. É muito ruim ficar para baixo. Nossa saúde mental merece mais, então aqui estão algumas coisas que me ajudam e talvez possam te ajudar também.

Tome um banho frio
Alguns estudos já comprovaram que água fria trás inúmeros benefícios para o corpo. Desde que li isso em algum lugar que não lembro, sigo a recomendação. A água fria ativa um hormônio - que também não lembro o nome - que é responsável por dar a sensação de bem estar e tem um efeito antidepressivo. Além disso eu normalmente fico bem mais alerta. Comigo funciona.

Ouça uma música leve
O Spotify é um salvador de vidas. Da minha vida. Se eu tivesse que escolher apenas dois aplicativos para ter no celular, certamente seria ele e o app da Netflix. Enfim, lá você encontra listas prontas para várias ocasiões. Descobri que ouvir smothie jazz me acalma. Música instrumental também, então eu tento selecionar as preferidas e sempre criar playlists novas.

Saia de casa
Antes de me mudar, sempre que eu estava me sentindo para baixo eu saía para dar uma volta. Às vezes, poucas vezes eu colocava um tênis e fazia caminhada. Quando não, eu apenas ia para o shopping lá perto. Agora, como estou em uma cidade nova e não conheço muito, só pego umas moedinhas e vou à padaria. É uma boa caminhada daqui até lá, então dá para pegar um ventinho no rosto.

Respire
Dizem que antes de fazer algo idiota ou dar uma resposta grosseira, se você respirar, alivia o estresse. Parece que ventilar o cérebro evita que façamos uma burrada. Quando eu penso que nada mais vai dar certo nessa vida, eu apenas sento e respiro. Respiro até conseguir raciocinar melhor. Às vezes isso também me ajuda, principalmente assim que acordo e já estou na bad.

É isso. Espero que também possa te ajudar de alguma forma e se precisar de um ombro amigo e virtual, é só chamar.

quarta-feira, maio 13, 2015

HIATUS

Por incrível que pareça, eu ainda estou viva e não desisti do blog \o/ é que as ideias passam bem longe de mim ultimamente. Também, só de pensar em ligar o computador me dá preguiça. Coitado, o bichinho já está fazendo hora extra. 

A última semana foi bem agitada. Domingo, dia das mães, praticamente não parei em casa e ainda fotografei uma festa de aniversário linda. A decoradora é incrivelmente talentosa e minha amiga. Estou meio sem tempo ultimamente, mas está legal. 

Não posso prometer que voltará tudo ao normal a partir de agora, porque não vai e também porque a vida nunca é normal. Terminei de assistir Demolidor e em breve ou falar o que achei da série fodástica. 

De vez em quando estou dando as caras lá no Instagram. Segue lá @milcaabreu e @milcafotografia

segunda-feira, maio 04, 2015

CRAZY CATS

04/05/2015
Chicorita
Quem me segue no Instagram, sabe que as gatinhas daqui fazem sucesso. Elas são do meu noivo e da mãe dele, mas como eu vivo na casa dele, então são praticamente minhas. Hoje eu decidi homenagear essas três lindinhas que tanto me alegram. Lembrando que esse post não é uma apelação porque todo mundo ama gatos, não mesmo.
Maguela
A da primeira foto é a Chicorita, que na verdade se chama Bianca, mas atende pelos dois nomes. Ela é da mãe do boy e é a mais velha das três. Ela está esperando filhotes pela terceira vez - ainda não deu tempo de castrar - e ela é uma super mãe. Muito protetora e carinhosa, infelizmente não é/foi possível ficar com todos os filhotes, senão vamos à falência.
Na segunda foto tem a Maguela, que deveria se chamar Luana. Ela foi adotada e é super rueira. Quando era mais novinha, ela derrubava a casa toda, mas agora já está mais calma e tem dias que está super carente. Ela é um caso estranho, porque apesar de ser castrada, não para em casa e vive atraindo outros gatos para o quintal.
Michone
E por último tem a Michone. É só Michone mesmo, não tem outro nome. Nós encontramos ela na há alguns meses e o Rodrigo acabou ficando com ela. A Chicorita estava na segunda cria e misteriosamente os filhotes sumiram e ficamos todos muito emotivos, inclusive a Chicorita, tadinha. A Michone chegou para tapar o buraco que os outros bebês deixaram. Ela é a mais louca. Meus braços e pernas estão todos arranhado porque ela não pode ver movimento hahaha.
As três são campeãs da preguiça, o que dá para ver claramente nas fotos, e a Michone sempre nos acompanha durante as sessões de filmes. Ela meio que ocupou o lugar da Maguela nisso. Eu aprendi a gostar muito dessas três e de outros bichinhos, sabe. É tão bom ter elas por perto, mesmo que seja comendo meus dedos. Se um dia eu casar - se mesmo, porque tá difícil - terei pelo menos cinco gatos e um cachorro.
Aqui em casa meu pai não deixa ter nenhum bichinho, a não ser o Michael Jackson, que é um peixe e não fica em cima do sofá. Quando eu era criança, aqui parecia um zoológico, já tivemos até o macaquinho, dois na verdade. Eles eram autorizados e tudo, mas ficaram doentes e morreram. Depois de grande meu pai simplesmente proibiu. Fazer o que. Mas é isso, aproveitem as fotos das preguiças!

segunda-feira, abril 06, 2015

A LÓGICA DA FAMÍLIA BRASILEIRA

06/04/2015
Lembro-me bem quando comecei a mudar meu pensamento em relação à várias coisas consideradas anormais para a sociedade. Até então, eu pensava vários absurdos, não nego. Porém acredito que o ser humano é muito inteligente e pode mudar e foi o que houve comigo. Ainda bem!

Nunca fui muito de acompanhar a Rede Globo, mas, como todos nós sabemos, qualquer coisa que aconteça lá e gere polêmica é impossível não ficar sabendo, então, claro, fiquei sabendo dos dois últimos beijos gays que aconteceram nas novelas. O que eu não entendi muito bem foi por qual motivo um gerou mais polêmica que o outro e aliás, por que houve polêmica, sendo que é algo tão comum hoje em dia? Também não entendi um comentário que ouvi de uma pessoa próxima a mim: "A Globo quer que todo mundo vire gay." Really??  Talvez eu seja tão convicta da minha sexualidade que isso não me afetará de forma alguma.

Pois bem, seguindo essa lógica, que na verdade não é tão recente, pensei em algumas coisas que irão influenciar muita gente. Todos sabem que os jogos de vídeo game são totalmente impróprios, porque, né? É impossível jogar GTA e não se tornar um criminoso. Eu, por exemplo, mato uma velhinha todos os dias. Além de que eu arremesso muitos passarinhos por causa da influência de Angry Birds.
Outra coisa que não entra na minha cabeça: por qual motivo os telejornais ainda são exibidos? Afinal de contas, a essência dos noticiários é exibir tragédias, crimes e coisas ruins em geral, certo? A Globo quer que todo mundo se torne criminoso Só pode. Depois daquele trágico acidente com o avião da Germanwings, compartilhei um tweet que pedia para que as pessoas não compartilhassem mais as notícias de aviões caindo, porque, segundo a lógica da família brasileira, isso incentiva outros aviões a caírem. É obvio, minha gente!

Eu realmente não me conformo em conviver com pessoas que acreditam nessas coisas. Claro, todos podem pensar o que quiserem, mas para mim, é de uma burrice tão grande pensar que uma cena qualquer na TV vai me incentivar a fazer algo considerado errado. Aquele tal boicote à novela Babilônia me fez rir eternamente. Funcionou? Pelo jeito sim. Mas se funcionou é porque o maior público são os cristão - aqui estão inclusos católicos, protestantes, etc. Até onde eu fui ensinada, assistir novela é pecado. E se é pecado, porque os que são contra estão tão por dentro do que acontece lá? Estou confusa.

Acredito que, antes de nos deixarmos ser manipulados por emissoras de TV, internet, pessoas ou qualquer coisa que seja, não custa pensar um pouco. Talvez eu seja um caso excepcional que não se deixa levar por certas opiniões e/ou o mundo todo está certo e eu errada. Tanta coisa não faz sentido para mim, mas acho, de verdade, que o ser humano pode ser inteligente. Será que estou errada nisso também?
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.