Posts in the category: Outros

sexta-feira, janeiro 03, 2020

ALERTA DE TEXTÃO

Olá, pessoas queridas que ainda visitam esse site!! Bom, meu último post foi em outubro e acho que já está mais do que na hora de voltar né? Ainda mais que um novo ano começou e eu realmente quero dar uma nova cara a esse humilde espaço.

Em primeiro lugar quero dizer que desde que criei o blog Sabe o inverno? - que na verdade começou como The Winter  is Now - muita coisa mudou e eu mudei bastante. O blog  cresceu e eu tive medo que esse crescimento mudasse minha vida de alguma forma. Por isso muitas vezes deixei de fazer coisas por medo desse tal crescimento.

Apesar de amar a internet, eu nunca levei o blog como uma fonte de renda de verdade, apesar de ter gerado alguma renda de alguma forma. Mas esse nunca foi meu foco. 

De uns tempos para cá andei pensando muito na questão de ter parcerias com editoras. Lembro que durante muito tempo eu me  recusava a participar das seleções, pois eu queria indicar somente aquilo que eu quisesse. E foi assim, mesmo com as editoras. Embora seja uma coisa muito legal receber livros todo mês em casa, confesso que isso me causou certa ansiedade. 

Ter prazo para ler e entregar uma resenha não me fez muito bem e isso fez com que meu ritmo aqui no blog caísse muito. Não quero que o blog continue sendo uma "obrigação", quero que as coisas sejam naturais como sempre foram.

Em virtude disso eu decidi que esse ano não farei parceria com editoras e não vou me apegar à ideia de que eu tenho que ter essas parcerias para algo dar certo.

O ano de 2020 provavelmente será bem corrido, já que é ano de concurso e mais uma vez eu vou dedicar a maior parte do meu tempo em busca da realização desse sonho que já passou de sonho e é questão de honra. Acrescento ainda que também trarei dicas de estudos - principalmente no Instagram, segue lá - porque sei que vocês também curtem muito.

Para não dizer que vou encerrar totalmente as parcerias, vou continuar com uma (pois temos uma dinâmica muito legal) e ainda assim continuarei aberta a novas propostas, mas tudo no meu tempo.

Dito tudo isso, quero acrescentar que o blog não morreu e eu acredito que este ano será diferente por aqui. Quero que seja diferente. 

Espero que vocês continuem me acompanhando e desejo um ano maravilhoso para todos nós.


quarta-feira, junho 20, 2018

QUE TAL VALORIZAR O TRABALHO DO COLEGA?

Faz tempo que eu não escrevo textos sobre a vida, o universo e tudo mais aqui no blog e a verdade é que muitas vezes eu prefiro não expor tantas coisas que vejo e penso, já que prefiro entreter quem por ventura visita o blog. Mas quando criei o blog, foi por uma grande necessidade de me expressar e já que na maioria das vezes eu não tenho com que conversar ou apenas não quero falar, escrever é a melhor saída. Então vamos lá.

O motivo do texto de hoje é uma coisa que há muito se fala, mas poucos fazem: valorizar o trabalho alheio, principalmente quando é seu amigo ou mesmo colega. Como vocês sabem, eu sou professora, mas durante muito tempo me dediquei apenas à fotografia. Hoje faço alguns trabalhos, mas não é a minha principal fonte de renda agora. No entanto, não deixa de ser um trabalho. Eu ainda pago contas, ainda separo tempo para sair de casa e fotografar, gasto tempo tratando as fotos. Tempo é dinheiro, já dizia Tio Sam.

Não é incomum eu ouvir pessoas próximas, parentes e muitos que se dizem "amigos" me pedindo para trabalhar de graça ou por um preço que para mim não paga o combustível e o lanche. O mais engraçado e que você não me vê chorando desconto, gritando que seus preços são altos ou pedindo "precinho de amiga".

Tenho muitos colegas que trabalham por conta, que fazem trabalhos manuais e os vendem, ou que só estão vendendo algum produto para ter uma renda extra. Se for algo do meu interesse e eu quiser comprar, eu vou pagar o preço que ele está pedindo, porque imagino todo o trabalho envolvido ali. Acho injusto pedir desconto para alguém que já tem que ter um trabalhão do caramba para se sustentar nos dias em que vivemos.

Seu amigo ofereceu um preço e você não curtiu ou não pode pagar, apenas diga "bacana, quando eu puder, quem sabe". Demonstre que valoriza aquele esforço. Isso é ter um pouco de humanidade, sabe?

Eu estou sempre comprando coisas que meus amigos vendem, porque acredito no potencial de todos e sei o quanto aquele dinheiro é importante. Por outro lado, quando os mais chegados me pedem um servicinho, é um absurdo eu cobrar pelo meu trabalho, ainda mais sendo tão caro. Isso me deixa bastante triste. Ninguém é obrigado a adquirir um produto ou serviço, mas se o fizer, tenham um pouco de empatia. Peça desconto em lojas grandes, onde 10 reais não fará diferença.

Espero alcançar algumas mentes e conscientizá-las, porque é disso que o mundo precisa hoje em dia: sensibilidade.

quinta-feira, maio 10, 2018

COMPRAS LEGAIS DE MAIO

Aqui está um post que vocês raramente verão aqui blog, por isso já quero começar justificando o motivo dele. Estou em um momento da vida em que estou repensando meus gastos. Ou melhor, estou sendo obrigada a repensar, já que chega uma hora em que é necessário gastar de forma consciente. E além disso, minhas prioridades estão mudando e eu quero viajar, por isso cada compra que estou fazendo (ou que comecei a fazer desde o início do mês) estão sendo muito bem pensadas.

Dito isto, quero complementar dizendo que as coisas que vou mostrar não são coisas caras e é uma forma de indicar coisinhas legais e lugares com preços bons para comprar. Ah, e também é uma maneira de ter controle sobre o que ando comprando, vamos ver.

O primeiro item que quero comentar é a almofada "That's my spot". Vocês sabem que sou muito fã de The Big Bang Theory, então fiquei apaixonada. Ela estava na minha listinha da Geek10, lembram? Ela foi R$49,90.

Minha meta é comprar pelo menos dois livros por mês, dessa vez eu comprei Alice nos país das maravilhas, já que foi pedido no curso que estou fazendo, comprei É isto um homem? indicação da professora do curso e Anatomia do mal, que eu já queria há tempos e consegui um preço legal na Amazon. Tive uma experiência muito boa com o site. Eu comentei lá no twitter que costumava comprar livros em outro site, mas o valor do frete era absurdo e a entrega super demorada, mesmo sendo por transportadora. Na Amazon, eu comprei na sexta-feira pré-feriado e chegou na quarta. Amei!

Meu sobrinho abriu uma loja de acessórios para celular e como meu celular está com a bateria viciada, toda vez que eu saio, no final das contas fico sem bateria. Ele me indicou um carregador portátil muito bom. Se não me engano ele dá oito cargas. Comprei por R$90, mas o preço dele, em média é R$120.

Fazia tempo que eu queria a caneta da marca Tombow. Quem faz bullet journal sabe  que essa caneta dá um tchan nele. Finalmente encontrei em uma loja física aqui em Brasília e custou R$24. Eu nunca quis comprar pela internet por causa do frete. Aproveitei e comprei mais duas, uma com a ponta 0.3 e a outra, 0.05.

Os anéis da foto, apesar de muitos, foram super baratinhos. Eu estou amando anéis fininhos e aí coloco vários em um dedo, ou em todos os dedos, enfim, dá para fazer combinações lindas. Um kit com cinco, estava de promoção na Renner por R$9,99. Alguns tinham anéis de falange também. E as pulseiras também estavam em promoção e o kit com cinco saiu também por R$9,99. A Renner é a,oja que mais gosto de comprar acessórios, porque sempre tem promoção.

Para o post não ficar maior do que já está, vou resumir as demais compras. Sou bem chata em relação à creme de pele, então para não gastar dinheiro atoa, sempre compro esses de 1L da Avon que têm um cheiro bem neutro e dá muito bem na minha pele. Estava precisando também de um creme para o rosto. Eu sou alérgica a esmaltes e adorei saber que a Avon mudou a fórmula, já adianto também que a qualidade dos esmaltes mudou muito e está incrível! Estou usando nesse momento o Mousse de Chocolate, é lindo demais!

Também comprei uma lâmina para fazer a sobrancelha e foi a melhor coisa que já comprei esse ano. Ainda mais que eu vivia reclamando que precisava de um milagre na sobrancelha. Consegui. E claro, não poderia faltar batom.

A necessaire eu comprei na Riachuelo e custou R$19,90 e essa toalhinha rosa acima dela na foto é para o cabelo; é daquelas que tem um botão e você prende a toalha bem bonitinha sabe? A cara da riqueza.

Ufa!! Que post imenso! Sei que tem muita inutilidade aí nesse meio, mas para uma viciada em compras, estou até impressionada de não ter comprado mais coisas. Agora, só mês que vem e prometo não comprar mais nada.

Semana que vem tem post sobre duas coias muitos legais que fiz e que farei: tatoo e viagem, aguardem!

quarta-feira, março 07, 2018

DESCULPEM-ME PELO SUMIÇO, ACONTECE!

É sempre muito ruim ficar sem postar durante tanto tempo assim. Parece que estou deixando uma parte de mim sem utilidade. Mas é que as vezes acontecem várias coisas ao mesmo tempo e eu não sei ou não consigo conciliar.
Quem me acompanha há mais tempo, sabe da minha luta como concurseira e o quanto eu estudei nos últimos anos, além do tempão que deixei o blog de lado exclusivamente para estudar. Eu já estou colhendo os frutos desses tempos de sofrimento, porque não e fácil viu? Comecei a dar aula em uma escola na cidade em que eu morava e, como adiei demais para tirar CNH, eu dependo de ônibus para ir. Apesar de ter uma carga horária muito boa e curta, ainda estou de adaptando a essa rotina novamente de pegar ônibus, trabalhar, voltar pra casa e agora com o agravante de não ter minha mãe fazendo tudo para mim, está complicado.
Mas como eu sempre digo para vocês, daqui a pouco acostumo e volta tudo ao normal. Tenham paciência e mais uma vez, não desistam de mim.
Semana que vem vou trazer muito conteúdo legal e vários livros novos para indicar aqui. Então, obrigada por ler até aqui e até a próxima.
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.