Posts in the category: Kobo touch

sábado, março 12, 2016

LEIA UM CONTO | NINGUÉM - KAREN ALVARES

Já falei inúmeras vezes sobre o quanto amo contos. Ultimamente estou com uma mania maravilhosa de ler antes de dormir, sabe, já deitada, com as luzes apagadas. Você pode até dizer que não é saudável, mas ler antes de dormir, para mim, é terapia.

Desde que li Inverso, ando doida para ler mais livros da autora e como comprando muitos livros esses dias, optei por ler um conto dela que está disponível para ler de graça. Esse conto se chama Ninguém.

É narrado por um hacker que tem por maior passatempo buscar coisas horripilantes na deep web. Todo nós já ouvimos falar dessa parte da internet e sabemos o quanto pode ser perigoso e assusador. O problema é que nem todo mundo se importa com quem está do outro lado da tela. E quando o outro lado vem para o lado de cá? É mais ou menos isso que acontece com a pessoa que narra a história. Aquelas coisas que ele costuma ver apenas na tela do computador, aos poucos se tornam reais.

Ninguém é um conto curto, porém aterrorizante. Sabemos que muitas pessoas se sentem confortáveis pelo anonimato que a internet oferece, mas, como já disse antes, não nos preocupamos com que está do outro lado. No caso do garoto em questão, ele foi encontrado e tudo aquilo de mais horrível que ele buscava, aconteceu com ele. O "Cirurgião" o encontra e o transforma na criatura mais sinistra da qual já ouvimos falar. Acredito que, além de causar emoções no leitor, a Karen deixou uma mensagem bem clara sobre os cuidados com a internet. Não é só a deep web, mas a internet no geral pode causar muitos estragos.

A leitura desse conto é super válida e faz mais uma vez eu me orgulhar dos nossos escritores brasileiros. Além disso, a escrita da Karen Alvares é muito gostosa e tranquila, ela fala nossa língua. Você pode baixar o arquivo em pdf para ler até mesmo no celular. Acesse o site da Editora Draco e veja como fazer o download.

Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu 

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

LIVRO | UM TOQUE DE MORTE - LUIZA SALAZAR

Título: Um toque de morte| Autor (a): Luiza Salazar | ISBN: 9788582430606 | Ano: 2013 | Páginas: 224 | Editora Draco

Até agora estou sem acreditar naquele final. Alguns escritores têm o dom de te fazer ter mini ataque do coração quando deixam os finais das histórias em aberto. Aí você dá aquele pulo da cama no meio da madrugada se perguntando PORQUÊÊÊÊ???

Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo. Um Toque de Morte tem uma história bem diferente das que eu já li. É narrado por Kat, uma garota de 17 anos que nasceu com uma diferença bem grande das outras crianças. Ela não conheceu seus pais, visto que foi deixada no orfanato quando ainda era um bebê. Aos cinco anos de idade descobriu que seu toque poderia trazer a morte. 

Tudo se passa em Nova Iorque; e depois de fugir do orfanato em que cresceu, Kat passa a viver por conta própria e acaba conhecendo Rebeca. Ela, Rebeca, tem pais ricos e por não conseguirem se entender, dão um apartamento e uma vida para ela viver sozinha e bem longe deles. Para contrariar ainda mais os pais, Rebeca acolhe Kat. É uma relação que realmente dá certo. As duas dividem o apartamento, mas não se metem na vida da outra, apesar de Rebeca se importar muito com Kat.

As duas ainda são estudantes e, enquanto Rebeca é super ativa na escola, Kat só vai por que não tem outro jeito. 

Kat tem um emprego de faixada como bartender em um pub, mas na verdade ela usa suas habilidades em troca de dinheiro. Trabalha para um homem que ela chama apenas de Chefe e ele indica as vítimas. Uma coisa que achei bem interessante é que em determinado trecho do livro, Kat explica que pode escolher a forma como a pessoa vai morrer para que não seja visto como um homicídio. Ou seja, ela pode fazer com que sua vítima tenha um ataque cardíaco fulminante, por exemplo.

No decorrer da história, surgem dois personagens que vão mudar a rotina da garota. Eric e Vince simplesmente se odeiam e vão disputar a atenção de Kat, mas não é por qualquer motivo. Apesar de ter sido deixada em um orfanato, Kat tem uma história e nem imagina o quanto é valiosa. Vince pertence à Legião e Eric, à Ordem, liderados por Valentina e Vladmir, respectivamente. Acontece que todas as regras criadas há séculos estão sendo quebradas e Valentina e Vladimir querem Katherine do seu lado.

Como eu já disse antes, a história é diferente de tudo o que já li e, apesar de ter demorado horrores para terminar de ler ~motivos pessoais~, não queria largar o Kobo um minuto, porque é dessas histórias que você simplesmente precisa saber o que vem em seguida. Tem um ar de suspense em cada página e a escritora soube como prender minha atenção. 

A escrita da Luiza é tranquila e ela caprichou no livro. Cada vez que leio um autor nacional fico mais feliz em saber que existe tanto talento no nosso país. Não quero desmerecer o trabalho dos escritores nacionais, mas os últimos livros que li nem pareciam brasileiros. Espero que não entendam isso errado, mas é porque realmente são histórias que fogem do comum.

Foi um prazer enorme ler Um Toque de Morte e já estou ansiosa pela continuação que se chama Um Beijo de Morte. Já que Kat começou uma guerra, mesmo sem querer, eu nem consigo imaginar o que vem por aí, mas pode ter certeza de que em breve contarei aqui no blog.

Destaquei alguns quots que achei legais:

"É, bem-vindo ao inferno."

"Meu Deus, nada de bom pode sair de uma sacola rosa bebê."

"Eu poderia aparecer naquele lugar sem uma perna, que eles iriam dizer era que eu estava tentando fugir das minhas responsabilidades."

"Se tem uma coisa que eu odeio são homens que tratam mulheres como um sexo frágil e estúpido que precisa da proteção deles. Idiotas."

"Eu não sou idiota, não vou fazer como os imbecis de filmes de terror que escutam um barulho no sótão da casa mal-assombrada e sobem lá sem lanterna."

"Tudo o que eu quero, por mais infantil e estúpido que isso pareça, é uma amiga."

"O problema é que raramente as coisas dão certo para mim."

Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

quarta-feira, março 25, 2015

5 CLÁSSICOS NACIONAIS PARA LER NO KOBO

25/03/2015

Eu amo clássicos e minha meta de vida é ler os principais e se der, todos. Sou fascinada por nossa Literatura e acho que a leitura dos maiores clássicos é super válida, principalmente pelos amantes de uma boa leitura.

A vantagem disso é que essas obras estão em domínio público e você tem acesso a todas elas de graça. Para quê coisa melhor? Hoje eu decidi indicar cinco livros nacionais para que você possa ler no Kobo e se preferir, leia no iPad. Os livros estão em formato Epub.

Se você conseguir ler no computador, o que não é meu caso, você pode fazer download do programa Adobe Digital Editions que ele lê o formato epub perfeitamente. Boa leitura!

terça-feira, janeiro 06, 2015

Kobo touch x iPad mini

Há uns três meses, mais ou menos, eu comecei a ler ebooks no iPad e tem sido uma experiência muito boa, pois estou lendo bem mais. Pela curiosidade, decidi comprar um Kobo e preciso dizer que foi a melhor compra que eu fiz em 2014, por isso decidi fazer esse post para comprar os dois aparelhos e mostrar as características de cada um, mas antes quero dizer que leio em ambos e gosto dos dois.

iPad mini: O meu iPad é aquele mais antigo sem tela retina e para mim não faz tanta diferença, talvez porque eu não tenha experimentado o com tela retina, mas para mim, não faz diferença. Para ler, eu uso dois aplicativos o iBook, para ler formatos epub; e o Kindle para os demais. Eu gosto do aplicativo Kindle porque dá para controlar a luminosidade da tela no próprio app.
Ler no iPad é bom porque eu posso ler mesmo com a luz apagada sem ficar com a visão cansada. Eu sofro de insônia, por isso é comum eu ler de madrugada e como minha casa é pequena eu acabo apagando a luz para não incomodar ou levantar suspeitas de que estou acordada rsrs. Ele também é super leve, então não cansa o braço.

Kobo touch: É um eReader, então a função principal é ler livros digitais. Ele tem uma tela E-Ink, que possui alta resolução e pouco reflexo e por causa de sua baixa iluminação permite que você leia mais tempo, como se estivesse lendo no papel mesmo. Depois que comecei a ler no Kobo, senti menos cansaço nos olhos, mas alguns livros vêm com a letra muito pequena e isso acaba te obrigando a forçar mais, o que também ocorre quando a iluminação do ambiente está pouca, mas é um caso ou outro. Ainda assim, ele é muito confortável e muito mais leve que o iPad. Eu uso um cartão SD para armazenar os livros. Cabe livro demais nele.
Comprei os dois aparelhos em situações diferentes, não comprei exatamente para comparar, mas acabei fazendo mesmo assim. Os dois atendem perfeitamente as minhas necessidades e os utilizo em circunstâncias diferentes de acordo com o momento.
Se você procura um aparelho apenas para ler, sem intenção de navegar, eu recomendo o Kobo por causa do preço, porém se você está com mais dinheiro disponível, quer mais utilidades E um e-reader, vá para o iPad mini, os outros são bem pesados e sem dúvida vão cansar os braços mais rápido.
Então é isso, espero ajudar alguém por ai no mundo que queira entrar nesse mundo maravilhoso que é a leitura, seja ela digital ou não.
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.