Posts in the category: Dicas de fotografia

segunda-feira, agosto 24, 2015

GAMBIARRAS FOTOGRÁFICAS: SÉRIE DE FOTOS EM BREVE

Eu estou com algum tempo livre. Na verdade estou com muito tempo livre e acredite, não me orgulho disso. Então decidi fazer algumas experiências e ver se essas gambiarras fotográficas espalhadas pela internet realmente funcionam e se são aproveitáveis.

Esse post é apenas para avisar que nas próximas semanas virão posts fresquinhos sobre fotografia e vou colocar as gambiarras que eu achar mais legais em prática. Muita gente já fez? Sim. Tem muito exemplo na internet? Tem. Eu tô ligando? Não muito. Quero ter minha experiência e vai servir de aprendizado para mim.

Já estou ansiosa pelas próximas semanas e espero que tudo dê certo. Mas espero mais ainda que vocês gostem de ver tudo isso na prática e já aviso que aquela da galinha não vai rolar, ok?

Acompanhe nas redes sociais

quinta-feira, julho 23, 2015

COISAS LEGAIS QUE OUVI EM UM WORKSHOP DE FOTOGRAFIA

No início do mês, houve um workshop de fotografia na Fnac do Parkshopping aqui em Brasília e como foi entrada gratuita fiz questão de ir, porque se de graça até injeção na testa, imagine um evento relacionado à foto, certo? Desde o início eu soube que seria algo sobre o básico e que eu já sabia muita coisa do que o palestrante iria falar, mas eu sempre acho que vou ouvir algo diferente e que possa acrescentar.

Estava certíssima e tive a oportunidade de ver alguém que entende muito bem de fotografia, me ensinar um pouquinho mais. O nome dele é Sérgio Luis e não encontrei muito sobre ele na internet, mas tudo bem. Ele falou algumas coisas que me chamaram muita atenção e me fizeram pensar.

Uma dessas coisas foi que o modo automático nem sempre é ruim. Nunca havia passado pela minha cabeça a ideia de que no fotojornalismo isso não é uma coisa absurda. O Sérgio falou que em um momento em que o fotógrafo precisa ser rápido, ele simplesmente não vai ter tempo de parar e regular a câmera. Vai no automático mesmo. Faz sentido, certo?

Outra coisa que vai parecer meio absurda, mas que acontece. Nem sempre nós nos damos o trabalho de conhecer nossas amigas câmeras. Eu, por exemplo, quando acostumo com uma determinada configuração é difícil mudar, é muito cômodo mudar apenas a velocidade do obturador, né? Quando ele falou sobre balanço do branco eu me senti envergonhada, porque apesar de conhecer as funções eu realmente nunca mudei nada no menu. A não ser da função 'flash' para 'auto'. 

Tanta coisa que ele falou, coisas aparentemente bobas e que todo mundo sabe, mas que na verdade faz uma tremenda diferença. Gostaria de ter uma memória boa para lembrar de tudo. Ir a esse workshop me fez repensar vários detalhes, sabe? E é porque foi sobre o básico, agora você imagine um evento desses maiores que têm por ai... Acho que todo mundo que ama fotografia e trabalha ou só a tem como hobby deveria passar por encontros assim. Deveria ser item obrigatório.

Acompanhe nas redes sociais
:: Instagram | Facebook  ::

quarta-feira, junho 24, 2015

FOTOGRAFIA PARA INICIANTES #4: COMO TIRAR FOTOS BOAS À NOITE


Uma das maiores dificuldades na fotografia é conseguir fotos legais à noite. Para mim, esse sempre foi o maior desafio, porque nunca gostei de flash e lembro de muitas vezes em que deixei de fotografar apenas porque era noite. Eu admito que até hoje não é meu horário preferido, mas às vezes acontece.

Use um tripé

Essa é válida para qualquer câmera. Nas câmeras compactas, geralmente, vêm uma opção de modo noturno, que deixa a sensibilidade muito maior. Isso pode deixar sua foto tremida, e, mesmo no modo automático a foto pode sair ruim.

As câmeras avançadas ou semi-profissionais também precisam de uma ajudinha de vez em quando, então para garantir que não vai perder o momento, providencie um tripé.

Na falta do tripé...

Apenas apoie em algum lugar. Nem que para isso você precise agachar e usar sua perna como apoio. Na fotografia não existe essa de preguiça, a gente precisa levantar e fazer a coisa acontecer.

Lembro de uma vez que usei o carro para apoiar a câmera, pois eu queria fotografar a lua; estávamos no meio de uma BR, a lente não tinha a função de estabilidade e foi aí que o carro entrou na história. Você também pode usar uma pessoa como apoio =)

Use a iluminação local a seu favor

Nem sempre essa dica vai valer, porque, como citei acima, às vezes você pode estar no meio de uma BR e não ter muita iluminação. Mas sempre que for possível, veja se algum ponto próximo pode te oferecer alguma luz como auxiliar. Faça um jogo de luz e sombra. Invente. Use a criatividade!

Evite o uso do flash, prefira uma velocidade baixa em harmonia com o ISO

Não há nada nesse mundo que eu odeie mais do que usar flash. Eu corro de ambientes fechados, com pouca iluminação, porém nem tudo são flores e por esse motivo, de vez em quando, ele precisa entrar em ação.

Para tentar fugir dele eu tento, ao máximo, combinar ISO e baixa exposição e se você não sabe que diabos são essas duas coisas, pode clicar aqui que eu expliquei direitinho.

Aproveite o início da noite 

Por quê ao invés de esperar anoitecer por completo, você não aproveita para fotografar o pôr do sol? É possível conseguir fotos incríveis nesse horário usando as dicas acima.

Acredito que algumas dessas dicas também funcionem com o celular. E se nada der certo, apenas fotografe!

Espero que tenham curtido as dicas.

quarta-feira, fevereiro 18, 2015

FOTOGRAFIA PARA INICIANTES #3: REGRA DOS TERÇOS

Sabe aquela opção "grade" - ou grelha -  que vem na sua câmera? Ela não está ali por acaso. Existe uma coisa chamada Regra dos Terços que consiste em posicionar o assunto a ser destacado nos pontos de convergência para conseguir um resultado mais bonito.


A ideia geral é você destacar o assunto principal e ainda assim mostrar o cenário e outros detalhes da sua foto. Utilizando a regra dos terços, você evita aquelas fotos com tudo centralizado, em paisagens principalmente.


O ideal é posicionar o objeto em um dos quatros pontos da grade para compor a sua imagem, mas ele não precisa ficar, necessariamente, em cima.

Você pode só deixar próximo mesmo. Uma dica na hora de fotografar retratos é deixar os olhos na altura dos pontos de cima, da esquerda ou direita, tanto faz.


A regra dos terços é um exercício visual e ajuda quem tem mais dificuldade em visualizar mentalmente, mas com o tempo você acaba não precisando configurar a câmera, pois seu olhar já estará treinado.


Quando o assunto da fotografia for uma pessoa, é legal você deixar o olhar dela para o lado com "maior" espaço, pois a visualização vai ficar mais interessante.

Paisagem ocupando a maior parte da foto
Em caso de paisagens, você precisa decidir o que mais quer destacar, se é o céu ou outras coisas. Entretanto, é importante que a linha do horizonte não fique centralizada.

Se o céu for o escolhido, deixe que ele ocupe a maior parte da foto, caso contrário focalize aquilo que realmente que valorizar.

Céu em destaque
Se você quer imagens mais bem compostas, vale muito a pena seguir a regra dos terços, mas você também pode deixá-la de lado de vez em quando, desde que você faça isso de forma consciente.


Eu, particularmente, gosto de centralizar algumas coisas, pois acho que fica bem mais legal, mas acho que vai do gosto de cada pessoa. 


De qualquer forma, é importante você conhecer essas regrinhas básicas, pois você vai saber exatamente o que e como vai fotografar. Além de que é mais fácil enquadrar tudo aquilo que é importante e que você quer que saia na fotografia.

A regra dos terços é bem mais fácil na prática, talvez você até já faça isso sem saber. 
Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.