domingo, junho 14, 2020

Notas do cotidiano


Se a quarentena ainda não destruiu seu emocional, então EU estou vivendo errado. Sendo bem honesta com todos vocês que me leem, esse isolamento social está sendo muito mais difícil para mim do que realmente aparenta e mais do que eu pensei que seria.

Quem convive comigo diariamente, quem está realmente próximo de mim sabe que não está sendo fácil. Mas uma coisa te garanto, não passa nem perto do que eu realmente estou sentindo diante de toda essa situação.

Eu já me questionei, questionei Deus, questionei o universo e questiono todos os dias o motivo pelo qual estamos passando por tudo isso.

Questiono o porquê de as pessoas não levarem tudo isso a sério e continuarem vivendo como se nada estivesse acontecendo e pior: obrigando seus pares a viverem de forma normal.

Penso que eu esteja exagerando. Penso que talvez só eu veja gravidade em tudo isso. Talvez, apenas talvez, eu esteja em um pesadelo horrível e não consiga acordar. Talvez exista um purgatório e eu estou nele sem poder viver como antes, mas tendo que viver do mesmo jeito.

Parece que eu estou vendo um filme horrível em que eu me isolo, vejo uma catástrofe acontecendo, mas somente eu estou vendo esse filme. 

Esse "isolamento social" já acabou com toda a estrutura emocional que eu achei que tinha e que sonhei que poderia ter um dia. 

"Isolamento social", entre aspas, já que por vezes eu precisei sair de casa, várias vezes eu saí pelo simples fato de me achar idiota de ficar presa em casa enquanto as pessoas fazem churrasco.

Cada dia morrem mais pessoas e quem está vivo não liga a mínima, desde que não o afete. Eu estou completamente exausta!!

Estou exausta de não ser produtiva, exausta de não fazer uma dieta durante a pandemia, exausta de continuar fazendo o mesmo peito de frango no almoço porque eu tenho preguiça de aprender, quando na verdade eu não quero mesmo aprender a fazer outras coisas.

Estou exausta de pensar que a pandemia vai passar e eu não estou com inglês fluente, espanhol básico e alemão avançado.

É exaustivo saber que não me tornei uma atleta, pois tempo eu tive de sobra.

Tem dias que eu só queria deitar, chorar até dormir e acordar depois que tudo voltasse ao normal. Ou ao mais próximo do normal.

4 comentários

  1. Compartilho do mesmo sentimento e agonias... estou exausta em um nível que nunca estive antes!

    ResponderExcluir
  2. Eu te compreendo perfeitamente. O isolamento social é muito difícil mesmo, ainda mais quando tudo se remete à saúde e sobrevivência, mas as pessoas não respeitam. Eu te recomendo duas coisas importantes, a primeira é a criação de uma rotina, onde você pode delimitar o seu dia inteiro e ter sempre alguma coisa legal pra se ocupar, pensar, interagir. Pode ser difícil no começo administrar e até iniciar a rotina escrita, mas com o tempo você pega o jeito, faz uma programação para a semana. E segundo acho super importante você buscar ajuda psicológica online nesse período de pandemia. Temos inúmeros psicólogos fazendo psicoterapia online nesse momento, busca ajuda, você vai se sentir muito melhor!

    Abraço, melhoras e fica bem! ♥

    https://www.adeehmello.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada pelas dicas, eu venho tentando manter uma rotina porém é difícil, mas agora que ja estou entrando no segundo mês de trabalho remoto estou conseguindo ocupar mais a minha mente.
      eu ja tentei terapia online, mas nao sei,ninguém me responde, continuarei tentando

      Excluir

Os comentários agora são moderados para eu conseguir controlar melhor.

Milca Abreu - Blog Sabe o inverno. Design by Berenica Designs.