segunda-feira, janeiro 07, 2019

LIVRO | LINCOLN NO LIMBO - GEORGE SAUNDERS

Sinopse: Ganhador do prestigioso Man Booker Prize 2017, Lincoln no limbo é uma narrativa original e emocionante. Em 1862, em meio à Guerra Civil Americana, morre, aos onze anos de idade, Willie Lincoln, filho do lendário presidente Abraham Lincoln. A tragédia leva a um luto desesperado o homem que daria fim à escravidão nos Estados Unidos. Com a morte do filho ainda na infância, Abraham Lincoln, o presidente mais importante da história da democracia, vê seu mundo desmoronar. Em plena Guerra Civil, Lincoln esquece o país em conflito para lamentar, no limite da loucura, a morte do filho. Noite após noite, dirige-se à capela do cemitério para abraçar o cadáver do jovem Willie. A partir desse acontecimento histórico, o escritor George Saunders rejeita as convenções literárias realistas e compõe uma narrativa passada no além — no limbo do título, ou melhor, no “bardo” do budismo tibetano, o estágio intermediário entre a morte e o renascimento. Lá, acompanhamos a jornada do jovem Willie, incapaz de aceitar que está morto. Um romance surpreendente, que reinventa o gênero de forma radical. Alternando registro metafísico e documentos históricos e sem medo de abraçar o experimentalismo, Saunders coloca em movimento questões existenciais, históricas e políticas e cria uma obra absolutamente única no cenário contemporâneo.
Já faz um tempo que terminei de ler esse livro, mas acabei me enrolando por aqui na organização. Já aviso que nos próximos dias teremos muitos livros por aqui, porque estou com vários posts pendentes e as resenhas/indicações de livros são a maioria.

Quando a Companhia das Letras sugeriu os livros alguns meses atrás, eu achei a sinopse de Lincoln no Limbo muito interessante. Na verdade tudo que envolve o senhor Abraham Lincoln é interessante e me chama muito a atenção. Então imaginem quando um livro com ele e seu filho morto são os principais personagens e o livro ainda foi premiado? Sim, eu quis ler na mesma hora.

Demorei um pouco para pegar o ritmo, porque eu não estava entendendo nada. A sinopse não me antecipou que seriam 166 narradores. Então você precisa pegar o ritmo e entender que em alguns momentos eles poderão estar falando tudo ao mesmo tempo. É complicado nas duas primeiras páginas.

Você é uma onda que quebrou na praia.

Trata-se de um romance extremamente tocante. É ficção, mas te arrebata de um jeito que você sente a dor do Lincoln pai e Lincoln filho. Ao mesmo tempo você morre de rir de alguns personagens, como por exemplo um certo personagem que morreu durante o ato sexual e vai passar o resto do limbo tendo uma ereção.


É importante frisar que o limbo ou "“bardo” do budismo tibetano, o estágio intermediário entre a morte e o renascimento" é onde a história se passa. O autor George Saunders faz uma mescla entre o budismo e o catolicismo fazendo com que a história não fique maçante.


A história foi criada a partir de vários documentos, cartas e jornais da época, onde os passos do então presidente Abraham Lincoln eram registrados.

Tive a ideia de escrever sobre Lincoln há 20 anos. Mas achava que era como escrever sobre Jesus Cristo, sobre quem todo mundo já escreveu, e ia adiando. Uma hora, vi que a ideia de Lincoln visitando o túmulo do filho era tão comovente que resolvi escrever.

Agora, piada interna nossa: Saunders copiou Machado de Assis ao colocar um narrador defunto nesse livro (risos). Não sei vocês, mas eu acho essa narrativa bem interessante, já que você consegue obter várias perspectivas da história.

Como eu disse ali em cima, é um pouco difícil até pegar o ritmo da leitura, porém, quando você pega fica bem tranquilo e rápido. Perceba que o texto é bem espaçado, isso faz com que aparente um livro grande. Mas já adianto que não é, já que os textos por página são curtos.


George Saunders nasceu no Texas, em 1958. É autor de contos, romances, ensaios e livros infantis. Estudou escrita criativa na Universidade de Syracuse, trabalhou como redator técnico de uma empresa de engenharia ambiental e, em 2006, recebeu a prestigiosa bolsa da MacArthur Fellowship.

Título original: LINCOLN IN THE BARDO
Tradução: Jorio Dauster
Páginas: 408
Lançamento: 26/03/2018
ISBN: 9788535930764
Selo: Companhia das Letras

Compre na Amazon.

12 comentários:

  1. Ah, tem como não amar seu blog?
    Ansiosa por mais livros!
    Sou apaixonada por leitura, mas mais por romances, sabe?! Mas esse do Lincoln parece bem interessante.

    Beijos.

    blogmeumundonofundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Não é o tipo de leitura que inicialmente me faria pegar pra ler. Mas acredito que para os amantes de história, deve ser uma leitura muito envolvente. Principalmente pelo acervo de pesquisa do autor.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  3. eu li esse livro pra um trabalho que eu tive que fazer na faculdade e amei ele. A pesquisa que o autor fez foi sensacional, eu adorei todas as referencias e esse livro é muito bem feito. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente não faz muito meu tipo de livro, infelizmente não me interessei pela leitura. Pois tenho certeza que não vou conseguir pegar o ritmo de leitura, como aconteceu com você. Com certeza me pegarei no meio do livro sem entender nada, e isso me deixará frustada. Enfim, acredito que outras pessoas vão se interessar pela leitura, até porque a história me pareceu ao mesmo tempo divertida, cativante e tocante.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda e menina, como assim 166 narradores? Eu iria ficar confusa kkkkk Mas eu achei bem interessante a proposta do livro, imagino que seja um romance tocante e até divertido.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e até achei interessante, mas também acredito que ficaria confusa em alguns pontos hahaha
    Enfim, achei bem legal poder ver a sua opinião sobre ele e espero poder ler também, talvez eu goste da leitura.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Nossa não conhecia o livro. Confesso que quando você falou que tinha 166 narradores, e que no início isso nos confunde, fiquei meio receosa. Geralmente se não funciona eu abandono de vez hehe Porém como é um assunto que nunca tinha explorado antes, e pra mim é novo, acho que posso dar uma chance para conhecer. Ótima resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi!!


    Tudo bom?

    Ache o título e a ideia do autor muito original, embora tenha ficado assustada com tantos narradores e a dificuldade de embarcar nessa jornada. Esse é um estilo literário que realmente amo, vou colocar na lista de leituras pendentes (mais um).

    Obrigada pela dica e aguardo os posts que estão "acumulados" rs...


    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Esse número de narrador me irritaria, mas a história parece tão original (tirando a cópia de Assis hahahaha) que eu fiquei curiosa.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Gosto muito de Abraham Lincoln e quando envolve fatos históricos ou figuras da História com boas doses de lição de vida já me conquista e muito. Tive uma leitura agradável outro dia com uma obra que era mesma proposta só com a Frida Khalo e Leon Tolstói.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ola!

    Minha nossa, me surpreendi com essa quantidade de narradores! kkkk
    Achei a proposta do livro bem diferente e interessante, porem, sinceramente, não sei ainda se é o tipo de livro que eu me aventuraria... achei a historia um pouco quanto muito confusa...

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, eu não conhecia esse livro, mas achei o enredo bem bacana e estou bem curiosa para saber como o autor trabalhou com tantos narradores *o* Adorei a dica e espero ter a chance de lê-lo em breve também *-*

    ResponderExcluir

Os comentários agora são moderados para eu conseguir controlar melhor.

Follow Us @blogsabeoinverno