LIVRO | CARNIFICINA: CONTOS DAS CIDADES MALDITAS - VÁRIOS AUTORES

Carnificina contos das cidades malditas
Sinopse: Muitos escrevem sobre aquilo que mais desejam na vida: amor, dinheiro, sexo, aventura, fantasia; uma jornada em busca de uma recompensa, uma batalha em nome de um bem maior. Mas poucos são aqueles que se lembram de que, além do “felizes para sempre”, há a morte e todos os elementos que compõem a finitude humana. Destes nasceu o medo, e do medo advieram o terror e o horror que poucos desejam saciar em suas gargantas sedentas pela escuridão. Sob esta premissa, 12 autores se reuniram a partir de um convite singelo, a fim de que criassem contos de terror e horror com somente uma regra: escrever à vontade, sem amarras morais. Destarte, à procura da essência do sangue, do sobrenatural e das trevas, este grupo deu vida a uma antologia formada por histórias cruéis que se passam em cidades malditas, tal é a nossa realidade brasileira.

Avaliação: ★★★★☆

Demorei alguns dias para escrever sobre Carnificina e já quero começar dizendo que o e-book causou grande polêmica, já que uma página com mais de 20 mil seguidores acha lindo dizer que "destrói carreiras". 

Antes de começar a falar sobre o e-book, preciso manifestar minha opinião a respeito daquelas pessoas que consideram a literatura nacional um fracasso. Durante toda a minha vida de leitora, li livros bons, livros, ótimos e livros que preferia nunca ter lido.

Depois que comecei com o blog e comecei a indicar livros aqui, já recebi muitos livros de escritores nacionais independentes que querem um espaço. No meio desses livros eu já li coisas muito boas, assim como já li livros muito ruins mesmo. Mas eu nunca, jamais gostaria de ser reconhecida por acabar com "sonhos e carreiras". É uma questão de empatia.

Se, por acaso em algum momento da minha eu chegasse a me desentender com um escritor a única atitude que eu tomaria, certamente, seria ignorá-lo. Eu não me dou o trabalho de ler mais de cem páginas para depois falar na internet que foi a pior coisa que já li. Eu apenas não recomendo. Mas algumas pessoas não pensam assim, infelizmente. 

Dito isso, quero ressaltar que Carnificina não é para qualquer um. É um livro realmente pesado, com cenas fortes e que você dificilmente vai digerir, porém, vai agradar ao público que curte gore/trash. Penso que cada um deve procurar o livro que melhor agradar. 

Particularmente, gosto muito de cenas pesadas, não só nos livros, mas também nos filmes e séries. Mesmo tapando os olhos de vez em quando, eu gosto e curti bastante a premissa do idealizador do projeto. Gostei de cada um dos contos e,claro, devemos levar em consideração que a maioria dos autores são novos no ramo e acredito que é a primeira publicação da maioria. O que não diminui o trabalho que cada um teve ao escrever seus contos.

A ideia, acredito, é justamente chocar o leitor. Além do mais, eu estudo literatura há anos e sempre que leio qualquer livro eu separo o autor da obra. Não dá para crer sempre que aquilo que está escrito em uma história fictícia reflete exatamente o pensamento de quem escreve. Conheço diversos escritores que, apesar de não serem LGBTQ+, escrevem livros com esses personagens.

Se nós não pensamos que alguém que escreve sobre vampiros é de fato um vampiro, por quê, então, precisamos associar um escritor jovem ao personagem do seu livro?

No último conto, por exemplo, a autora Thainá Christine conta uma história que se passa aqui do Distrito Federal, mais especificamente em Planaltina. Eu conheço a cidade, conheço a história e, com base no blog da Thainá, posso concluir que é uma história de ficção muito bem escrita, com muitos detalhes e eu nunca mais vou olhar Planaltina com os mesmo olhos.

O livro é perturbador. É intencional, sei que é. Em vista de vários filmes que já vi e que também são perturbadores, Carnificina é tranquilo. 

E para finalizar, quero dizer que algumas coisas que eu não curti no livro, foram ditas a eles como um feedback. Aprendi que elogios você faz em público e bronca você dá em particular.

Título: Carnificina: contos das cidades malditas
Autor: D.A. Potens,‎ Alfredo Alvarenga E Carli Bortolanza,‎ Bruno Wolff E Lisa Hallowey,‎ Gustavo Paiva E Humberto Lima,‎ Jean Gabriel Álamo E Jessé Diniz ,‎ Raquel Pagno E Tatianie Kiosia,‎ Thainá Christine.
Páginas: 203
Ano: 2018
Gênero: Contos/Terror
Editora: Publicação independente
I.S.B.N: B07K3ZHPRH


Compre na Amazon clicando no link abaixo, assim você estará ajudando o blog ❤

12 Comentários

  1. Primeiramente, obrigada por ter se interessado na leitura da nossa antologia. E segundo, quando vamos nos abraçar? ♥
    Obrigada por essa resenha tão maravilhosa e por entender o que o D. A. Potens quis passar com a antologia. São leitores como você que nos inspiram e nos fazem continuar. Obrigada pelas palavras e por tudo, Milca. Se quiser me dar uma feedback mais detalhado do meu conto, esperarei sua mensagem no whats.

    Beijo e sucesso sempre!

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa... Credo... Também não acredito que exista gente assim... O_O
    Não me interessei pela premissa da coletânea, porque não gosto de gore... Mas, jamais concordaria com uma atitude ridícula de boicote como essa que você descreveu! Afinal, sabemos que o mercado literário brasileiro é muito difícil, autor nenhum precisa desse tipo de obstáculo a mais. =/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Não conhecia esse livro ainda, mas logo pelo título já fiquei curiosa... Parece ser mesmo uma leitura bastante pesada, então acho que devo me preparar psicologicamente antes de ler. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e embora adore ler antologias essa não é uma pela qual eu tenha me interessado assim de cara, acho que vou procurar mais sobre os contos para ver um pouco sobre eles e decidir se leio ou não. Gostei da sua atitude, mas também acredito que falar pontos negativos de uma determinada obra (sempre com respeito ao autor e à editora) ajude o autor (no caso, autores) a crescer e também ajuda o leitor a conhecer um pouco do livro antes de decidir se compra ou não, por isso que eu procuro resenhas de livros que estou interessada. Uma resenha negativa não me impede de ler um livro, eu vejo sobre o que se trata a trama e se realmente me interessar eu compro.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Tudo bem?
    Primeiramente acho muito importante te dar os parabéns por ser tão incrível na arte de "julgar". Acho muito importante essa ideia de que mesmo não gostando de um livro ou tento ressalvas a fazer, ter o respeito por quem escreveu em primeiro lugar.
    A premissa da obra não é muito meu estilo, sou uma moça mais voltada pro romance. Rs
    Mas espero que essa tenha sido a primeira de muitas obras desses autores e que eles façam muito sucesso.

    Beijos!

    http://www.garotasdevorandolivros.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Adorei a resenha! Deve ser mesmo uma leitura pesada e que não é pra qualquer um. Sobre pessoas que falaram deste jeito do livro, eu acho que devemos ignorar pessoas assim, que nem deveriam estar no meio literário. Uma coisa que aprendi depois que comecei meu blog é que tudo é questão de tempo. Ninguém gostaria de levar horas para escrever uma resenha e uma pessoa te humilhar porque não gostou ou achou sua resenha mal escrita. A mesma coisa se aplica a livros e autores, mas infelizmente as pessoas confundem ignorância com opinião própria e critica construtiva. Se machuca, se ofende não é mais uma critica construtiva. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  7. Oiii

    Confesso que não é meu estilo de livro, em leituras busco sempre temas mais leves, nada muito trash. Acho que é bem como vc disse, há um estilo certo para o livro e agradará por certo aos fãs desse gênero. A dica é bacana, nova e achei aliás muito valente por parte do autor, porque não é nada fácil criar uma obra assim especifica para um certo publico apenas. O livro me deixa por um lado curiosa, mas por enquanto deixo passar porque pressinto que não teria estomago.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro e já me chamou atenção o fato de ser um livro de contos, pois adoro muito contos. Outro aspecto que me despertou atenção e interesse é o fato de ser gore, algo mais pesado e sangrento. Minha opinião pessoal, você..eu ou qualquer outro blog não tem esse poder de destruir carreiras e como você colocou entre aspas..podemos talvez prejudicar um pouco..mas também não acho que temos esse poder..não temos dezenas de milhares..ou centenas de milhares de seguidores para isso. Sou contra boicotes..se a pessoa não gostou..deixa de lado, não precisa fazer campanha contra.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Oi,tudo bem ?

    Ainda não conhecia o livro, acho bem interessante reunir escritores e ser um livro com vários contos.

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Este ano me arrisquei neste terror mais gore e até que gostei, inclusive foi um livro nacional. Não acho que a literatura nacional perca para as de fora, então realmente acho uma pena quem não dá valor a ela.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  11. Nem soube sobre essa polêmica! :O E eu adoro esse tipo de história mais pesada, então fiquei muito animada para fazer a leitura. Já vou estar preparada! :D Adorei sua resenha e posição sobre o acontecido. Temos que divulgar muito nossos autores! ♥
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Como blogueira eu também já me deparei com livros muito bons, e outros nem tão bons assim, e acredito que a crítica construtiva e sincera sempre pode ajudar algo a melhorar, mas ofensas gratuitas são realmente desnecessárias. Eu gosto de contos e achei lega esse que você destacou ter te proporcionado um novo olhar sobre a cidade de conhece, até fiquei curiosa para ler, mesmo que gore/trash não seja muito a minha praia.

    ResponderExcluir

Os comentários agora são moderados para eu conseguir controlar melhor.