REPENSANDO O MEU CONSUMISMO

Quem diria que um dia eu repensaria meu consumismo unicamente por querer priorizar outras coisas? Se você não está entendendo nada, eu explico. De uns tempos para cá, venho percebendo que ter coisas em grande quantidade não me deixa mais feliz do que eu poderia ser fazendo uma viagem.

É isso mesmo que você leu, jovem gafanhoto. Euzinha, consumista do jeito que ERA estou aqui, desejando nunca ter acumulado uma quantidade absurda de batons e sapatilhas. É impressionante como isso, atualmente, me incomoda.

Houve um tempo em que eu imaginava que a única forma de alegrar meu dia era indo ao shopping para torrar meu suado dinheirinho com coisas desnecessárias, apenas pelo prazer de comprar. Uma saidinha para ir ao mercado era motivo suficiente para comprar qualquer coisa além daquilo que eu realmente ia comprar.

Acontece que quando eu era mais nova e não trabalhava, ficava desejando tudo o que via pela frente, mas meus pais, assim como quaisquer pais sensatos, não saíam gastando o dinheiro deles com besteiras para mim. Nunca me faltou nada, mas eu sempre queria mais e mais.

E aí que quando comecei a trabalhar, acho que meu subconsciente quis colocar todas as compras em dia. Eu já cheguei a ter três blusas do mesmo modelo, mudava só a cor. Vestidos iguais que mudavam só a cor.

O problema é que na hora da compra, era tudo maravilhoso, mas quando você chega em casa e percebe que o seu vazio interior vai além de umas comprinhas, o mundo desaba. Você percebe que você pode ter o mundo inteiro e que nada vai te satisfazer, porque o espaço que tem dentro de você não pode ser preenchido com cinco batons novos.

Nós precisamos ser felizes apesar de tudo. Não é uma casa enorme, coisas caras, sapatos a perder de vista que vai te fazer feliz se você tem um problema maior. Quantas vezes eu fiquei estressada por dias depois de sair e não voltar com uma sacolinha para casa?

Desde que comecei a ver as coisas dessa forma, e desde que decidi que quero viajar e ter experiências que uma blusinha nova não vai me proporcionar, eu simplesmente perdi a vontade de sair gastando dinheiro atoa.

É péssimo olhar para os cantos da casa e ver coisas entulhadas. Decidi comprar só o que realmente é necessário e me dar mais ao luxo de comer coisinhas gostosas e diferentes, além das viagens que já estão na minha mente.

Também quero dizer que depois de uma arrumação aqui nas minhas coisas, decidi que vou ficar um ano sem comprar sapatos e maquiagens. Esse prazo pode se estender caso até lá eu não tenha conseguido usar todos os batons que tenho aqui. Estou em processo de doação de várias coisas, como por exemplo, roupas e sapatos. As roupas já doei, os sapatos é que estão difíceis.

Espero conseguir manter essa linha de pensamento e conto com o apoio de vocês. Continuem acompanhando minhas publicações, vai que você decide entrar nessa de consumo consciente também?

20 comentários:

  1. Entendo muito bem esse vazio pós compra, eu sou impulsiva muitas vezes e depois não vejo sentido na compra, faz meses q n compro nada além doq preciso. Amei o post, beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu já percebi isso também. Hoje me considero minimalista

    ResponderExcluir
  3. Olá Querida,
    Tudo bem?
    Amei o post, 100% concordo e percebi isso também!!!
    Desejo te uma semana feliz:)
    Beijinhos Karina

    ResponderExcluir
  4. Pra ser feliz não precisamos de muito, muitas vezes esse muito atrapalha a nossa vida, achamos que comprar muitas coisas vamos nos realizar mais não, eu tento só comprar o necessário, espero que você consiga manter essa linha de pensamento bjs.

    ResponderExcluir
  5. Sinto a mesma coisa, mas ainda não comecei a trabalhar e ganhar meu dinheiro. Espero ter muito autocontrole pra quando essa época chegar pra não querer gastar tudo de uma vez ou gastar com coisas que eu não preciso. Acho que a nossa sociedade aos poucos está caminhando pro minimalismo e isso é ótimo pro planeta <3
    Um beijão!

    www.elaescreveu.com.br

    ResponderExcluir
  6. Já sofri muito com isso, mas graças a Deus consegui me conter e priorizar coisas mais importantes, o que vake muito mais a pena.

    ResponderExcluir
  7. eu não me considero nada minimalista, mas também não sou lá tão consumista, eu gosto de gastar com COMIDA, pra mim dinheiro bem gasto é dinheiro gasto com comida hahaha

    ResponderExcluir
  8. Sigo tentando comprar somente o essencial, o que sei que vou dar conta, o que preciso. Entende? Acho que comprar muitas coisas acabando se tornando desnecessário e sem utilidade

    ResponderExcluir
  9. Já fui assim também, comprei compulsivamente, mas estou aprendendo comprar apenas o essencial.

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca tive esse problema de consumismo inconsciente, mas tenho muita vontade de sair comprando tudo pela frente. Quem nunca?

    ResponderExcluir
  11. Eu tbm já repensei várias vzes as coisas que eu poderia ter se deixasse de comprar loucamente todo que tenho vontade. Há um tempo atrás deixei meio que essa compulsão de lado e agora, penso mil vezes antes de comprar algo.

    ResponderExcluir
  12. verdade viu! consumismo se não tomar as rédias se torna um vício, graças a Deus estou super controlada nesta questão! ótimo post, parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Achei demais sua nova perspectiva sobre o consumismo ,eu gastava muito, as vezes comprava o que não precisava, depois me arrependia, hoje sou mais consistente

    ResponderExcluir
  14. Oi
    nunca passei por isso mais entendo quem tem esse problema deve ser muito ruim né,sair por ai comprando tudo sem necessidade.

    ResponderExcluir
  15. Infelizmente acabamos compramos o que não precisamos e só percebemos depois
    Que bom que reconheceu e mudou a tempo
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    ResponderExcluir
  16. Seu post esta maravilhoso, tenho pensado muito em me desfazer de algumas coisas também.
    Vou seguir seu exemplo para deixar de ser tão consumista, preciso urgente.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  17. Como eu passei a vida sempre apertada, eu nunca tive a compulsão por compras. Compro somente o que realmente é necessário, mas isso também é difícil, porque quando vou sair é sempre as mesmas coisas. E isso me deixa muito chateada.

    ResponderExcluir
  18. Realmente, quando compramos sem parar por nada isso ja eh uma doença, e esquecemos de guardar dinheiro para o que realmente vale a pena

    ResponderExcluir
  19. Realmente é bom parar e reflitir sobre nossos gatos e acúmulos eu fiz isso no final do ano passado e esse processo faz muito bem hoje estou mais consciente nas compras e questionando a questão de responsabilidade ambiental e social das minhas compras, em relação as empresas e se de fato eu estou precisando daquilo, é um processo lento mas é muito bom perceber essa murmuda no consumo.

    ResponderExcluir
  20. Só li verdades 👏👏👏👏
    "Você percebe que você pode ter o mundo inteiro e que nada vai te satisfazer, porque o espaço que tem dentro de você não pode ser preenchido com cinco batons novos." Muito profundo esse trecho 😍😍😍 espero que consigas manter esse pensamento também ❤❤

    ResponderExcluir

Se você gostou (ou não), deixe um comentário me dizendo o que achou, assim poderemos trocar figurinhas sobre coisas das quais gostamos e vou saber o quê e onde melhorar.
Spam, não, pls!