Fevereiro 2018 - Sabe o inverno?

quarta-feira, fevereiro 14, 2018

,
Desde o dia 1º de janeiro, eu e o mozão estamos listando todos os filmes que estamos vendo, porque isso é muito legal. A ideia é listar todo final de mês os melhores filmes vistos, mas como eu me enrolei (novidade) acabei não fazendo esse post antes. E aliás, essa lista sairia no carnaval, mas sabe como é, fiquei muito enrolada e desanimo demais por causa do meu computador que está quase morrendo. Enfim, espero que vocês aproveitem os filmes e ainda tem bastante tempo daqui até o final de semana para você assistir alguns ou todos.

  1. Psicopata Americano (2000) - Patrick Bateman (Christian Bale) é jovem, branco, bonito e sem nada que o diferencie de seus colegas de Wall Street. Protegido pela conformidade, privilégio e riqueza, Bateman é também um serial killer, que vaga livremente e sem receios em busca de uma nova vítima. Seus impulsos assassinos são abastecidos por um zeloso materialismo e uma inveja torturante quando ele encontra alguém que possui mais do que ele. Após um colega dar-lhe um cartão de visitas melhor que o seu em tinta e papel, a sede de sangue de Bateman surge e ele aumenta ainda mais suas atividades homicidas, tornando-se um perigoso e violento psicopata.
  2. Logan Lucky - Roubo em Família (2017) - Durante uma corrida de automóveis da NASCAR, o maior campeonato de stock car dos Estados Unidos, uma dupla de irmãos caipiras tenta realizar um ambicioso assalto.
  3. Quando Duas Mulheres Pecam (1966) - Alma, uma enfermeira, deve cuidar de Elisabeth Vogler, uma atriz que está com a saúde muito boa mas se recusa a falar de qualquer jeito. Com a convivência, Alma fala a Elisabeth o tempo todo, inclusive sobre alguns de seus segredos, nunca recebendo resposta. Logo, Alma percebe que sua personalidade está sendo submergida na pessoa de Elisabeth.
  4. Zodíaco (2007) - 1º de agosto de 1969. Três cartas diferentes chegam aos jornais San Francisco Chronicle, San Francisco Examiner e Vallejo Times-Herald, enviadas pelo mesmo remetente. A carta enviada ao Chronicle trazia a confissão de um assassino, dando detalhes da morte de 3 pessoas e da tentativa de homicídio de outra, com informações que apenas a polícia e o assassino poderiam saber. As três cartas formavam um código que supostamente revelaria sua identidade ao ser decifrado. O assassino exigia que as cartas fossem publicadas, caso contrário mais pessoas morreriam. Um casal de Salinas consegue decodificar a mensagem, mas é Robert Graysmith (Jake Gyllenhaal), um tímido cartunista editorial, que descobre sua intenção oculta: uma referência ao filme "Zaroff, o Caçador de Vidas" (1932). Os assassinatos e as cartas se sucedem, provocando pânico na população de San Francisco. A situação faz com que os detetives David Toschi (Mark Ruffalo) e William Armstrong (Anthony Edwards) e o repórter Paul Avery (Robert Downey Jr.), que trabalham no caso, tornem-se celebridades instantâneas. Graysmith, que trabalha no mesmo jornal de Avery, apenas ajuda quando lhe é permitido. Mas o Zodíaco, como o assassino era chamado, estava sempre um passo a frente.
  5. Dia de Treinamento (2007) - Um policial novato entra no departamento de narcóticos da polícia de Los Angeles e passa a ter como parceiro um policial veterano corrupto.
  6. Quase 18 (2016) - Crescer não é nada fácil para alguns, como para Nadine, uma estudante que está enfrentando uma difícil situação desde que sua melhor amiga, Krista, está namorando com o seu irmão mais velho, Darian. Nadine se sente mais sozinha do que nunca, ao menos até começar uma amizade com um jovem atencioso.
  7. Me Chame Pelo Seu Nome (2017) - O sensível e único filho da família americana com ascendência italiana e francesa Perlman, Elio (Timothée Chalamet), está enfrentando outro verão preguiçoso na casa de seus pais na bela e lânguida paisagem italiana. Mas tudo muda quando chega Oliver (Armie Hammer), um acadêmico que veio ajudar a pesquisa de seu pai.
  8. O Estrangeiro (2017) - Quan (Jackie Chan) é dono de um típico restaurantes chinês em Londres, capital da Inglaterra. Após um misterioso ataque de um grupo de terroristas irlandeses ao seu estabelecimento, ele tem sua vida e família devastadas. Sem muito apoio da polícia local, ele terá que ultrapassar seus limites físicos e morais, buscando vingança com suas próprias mãos.
  9. Sobre Meninos e Lobos (2003) - Jimmy, Dave e Sean, amigos que cresceram juntos na classe média de Boston, mas que seguiram caminhos diferentes depois de uma terrível tragédia. Anos depois, eventos brutais fazem com que eles se reencontrem. Katie, a filha adolescente de Jimmy, é brutalmente assassinada. Dave parece ter alguma ligação com o crime. Sean, agora um policial, corre contra o relógio para resolver o crime, antes que Jimmy faça justiça com as próprias mãos. Trabalhando com a adaptação de Brian Helgeland para o romance de Dennis Lehane, o vencedor do Oscar Clint Eastwood molda uma obra-prima, um thriller pensativo, lidando com assuntos como a família, amigos e a inocência perdida.
  10. Doentes de Amor (2017) - O paquistanês Kumail e sua namorada americana Emily têm que superar as expectativas sufocantes de sua família e das tradições de 1.400 anos de idade. Contra esses obstáculos, o amor parece impossível, e sua separação parece permanente. Em seguida, vem a tragédia e Emily entra em um misterioso coma.
  11. Cidade dos Sonhos (2001) - Após um acidente de carro que lhe causa amnésia, uma mulher, acompanhada de uma aspirante a atriz procuram por pistas e respostas na cidade de Los Angeles, em uma estranha aventura em que sonhos e realidade se misturam.
  12. Deixa Ela Entrar (2008) - A história é ambientada no subúrbio de Estocolmo, em 1982. Oskar (Kåre Hedebrant), um frágil garoto de 12 anos sempre atormentado pelos colegas de escola, sonha com vingança. Ele apaixona-se por Eli (Lina Leandersson), garota bonita e peculiar que não suporta sol e comida. Eli dá a Oskar força para lutar, mas o menino é colocado frente a um impasse quando percebe o que ela precisa fazer para sobreviver: até onde pode o amor perdoar?
  13. Os Meyerowitz: Família Não se Escolhe (2017) - Nova York. Harold Meyerowitz (Dustin Hoffman) é o patriarca da família, casado com Maureen (Emma Thompson) e pai de Matthew (Ben Stiller), Danny (Adam Sandler) e Jean (Elizabeth Marvel). Escultor aposentado e extremamente vaidoso, ele fica satisfeito ao saber que está sendo organizado uma exposição para celebrar seu trabalho artístico. Só que, em meio aos preparativos, Harold adoece e faz com que todos os filhos precisem se unir para ajudá-lo a se recuperar, o que resulta em várias situações que colocam a limpo traumas do passado.
  14. Já Não Me Sinto em Casa Nesse Mundo (2017) - Quando uma mulher deprimida é roubada, ela passa a viver com o propósito de rastrear os ladrões, ao lado de seu vizinho detestável. Porém, eles logo entendem que estão se envolvendo com um grupo perigoso de criminosos degenerados
  15. A Guerra dos Sexos (2017) - Na sequência da revolução sexual e do surgimento do movimento feminista, a partida de tênis de 1973 entre a campeã mundial feminina Billie Jean King (Emma Stone) e o ex-campeão dos homens Bobby Riggs (Steve Carell) foi divulgada como A Guerra dos Sexos e se tornou um dos eventos esportivos televisionados mais vistos de todos os tempos, chegando a 90 milhões de telespectadores em todo o mundo. À medida em que a rivalidade entre King e Riggs aumentava, fora de campo, cada um enfrentava batalhas mais pessoais e complexas. Juntos, Billie e Bobby apresentaram um espetáculo cultural que ressoou muito além da quadra de tênis, provocando discussões em quartos e salas de reuniões que continuam a reverberar hoje.
  16. A Transfiguração (2016) - Quando o jovem problemático Milo, fascinado por vampiros, conhece a igualmente alienada Sophie, os dois formam um laço que começa a enevoar a linha do garoto entre a realidade e a fantasia.
  17. Terra Selvagem (2017) - Cory, caçador de coiotes e predadores traumatizado pela morte da filha adolescente, encontra o corpo congelado de uma menina em meio ao nada e passa a investigar o crime com o auxílio de uma agente novata do FBI que desconhece a região.
  18. Boneco de Neve (2017) - Quando uma mulher desaparece, a única pista deixada para trás é um cachecol rosa encontrado envolta de um estranho boneco de neve. O detetive Harry Hole (Michael Fassbender) começa suas investigações e percebe que o crime parece obra de um serial killer.
  19. Assassinos Múltiplos (2017) - Na trama, um advogado muito falante transforma seu corpo e faz um voto de silêncio, para não ser quebrado até descobrir quem matou sua esposa e filha.

Vimos mais vários outros filmes, mas eles já apareceram aqui em algumas listas, então preferi não repetir. A lista de fevereiro está incrível, então no final do mês tem mais filmes.
Gostaria de destacar também que todas as descrições foram retiradas do Filmow, se quiser saber o que ando assistindo é só me seguir por lá clicando aqui.

quarta-feira, fevereiro 07, 2018

,
Eu bem que estava precisando de uma série diferente, ainda mais com Van Damme zoando ele mesmo por causa de todos os filmes que ele fez ao longo de sua carreira. É o tipo de série que você vê porque precisa se divertir e ela arranca sorrisos naturalmente, sem precisar de muito esforço, principalmente se você, assim como eu, passou a infância/adolescência assistindo "filmes de luta". Não vi todos os filmes dele, mas sei bem qual é o estilo e se você não tiver acompanhado a época, provavelmente se sentirá perdido nas referências.

Sinopse: Jean-Claude Van Damme estrela esta série como uma versão dele mesmo, um famoso ator especialista em artes marciais, que sai da aposentadoria para reviver seu alter-ego: um agente especial do serviço secreto. Nesta jornada, ele vai reencontrar Vanessa, sua antiga parceira de trabalho e grande amor que escapou de sua vida.A

Como diz na sinopse, Van Damme interpreta ele mesmo, com um diferencial: por trás das câmeras ele é um agente secreto. Nunca imaginei vê-lo em um papel assim, ainda mais que, quando colocado da forma que foi mostrado na série, você percebe o quanto os filmes contam com cenas bem sem noção.

Lembro que sempre pensava: "tem um grupo atacando o cara; porquê não vai todo mundo para cima dele ao invés de ir de um por um? Ah tá, é porque senão o filme acaba". Mas era algo bem óbvio né? Porém é algo bem característico dos filmes dele e que também é objeto de zoação na série.

Preciso dizer que os três primeiros episódios são muito, mas muito bons, daqueles que você morre de rir, mas depois dá uma caída. A coisa fica mais séria e mais devagar, você meio que continua assistindo porque se recusa a abandonar uma série de seis episódios, além de querer saber como tudo acaba. Tem alguns pontos divertidos, mas é bem menos.

Sei que quem era fã do JCVD vai adorar a abordagem da série e a forma como todas as piadinhas são feitas. Talvez não seja muito interessante para quem não conhece o trabalho dele, mas vale a pena dar uma chance. Vai que você não se interessa em assistir os filmes antigos?

Curtam a página do blog no Facebook


segunda-feira, fevereiro 05, 2018

,
Estou tão feliz porque finalmente fui em uma exposição depois de tanto tempo sem. Eu gosto demais de exposições e já mostrei algumas aqui no blog, a última foi em 2016, então já estava passando da hora né? É incrível como passa rápido. Dessa vez fui conferir a obra de um ícone de Brasília: Athos Bulcão. 

Mais sobre a mostra:
Em comemoração à trajetória de Athos Bulcão o CCBB começa 2018 em  grande estilo, homenageando o artista com uma exposição que reúne  mais de 300 obras, incluindo material inédito. Será mostrada a  conexão entre suas obras e sua poética. Será possível visualizar  seu caminho no Brasil e exterior, desde sua inspiração inicial  pela azulejaria portuguesa, seu aprendizado sobre utilização das  cores, quando foi assistente de Portinari, até as duradouras e  geniais parcerias com Niemeyer e João Filgueiras Lima.
Essa homenagem a Athos resgata o valor individual dessa arte  única, que foi produzida no Brasil; sua importância no panorama  da visualidade moderna, além da valorização e reconhecimento à  manutenção da memória nacional.
Com curadoria de Marília Panitz e André Severo, a exposição “100  anos de Athos Bulcão”, realizada pela Fundação Athos Bulcão e  produzida pela 4 Art, irá percorrer as unidades do CCBB Brasília,  Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, a partir de 16 de  janeiro de 2018.
Mesmo tendo nascido em Brasília, tem muita coisa por aqui que ainda é novidade. Eu sabia quem era Athos Bulcão, mas algumas coisas sobre ele eu não sabia, por exemplo que ele pintou quadros. E convenhamos, nos azulejos ele é melhor. Gostei muito e foi uma tarde de bastante aprendizado. Tirei algumas fotos das obras que mais gostei.
O CCBB tem um espaço enorme e sempre que vou lá, faço questão de andar por todos os lados. Quando chegamos estava tendo ensaio de uma orquestra e estava lindo. Sempre tive vontade de ver a Orquestra Sinfônica aqui de Brasília, mas nunca fui. Então foi muito legal ver algo parecido assim de perto.

Aproveitei para fazer algumas fotos já que o clima estava exatamente como amo: frio e nublado. 

A exposição está aberta até o dia 01/04, funciona de 9 às 21h e a entrada é franca.

Curtam a página do blog no Facebook


quinta-feira, fevereiro 01, 2018

,
Preciso dizer que, enquanto escrevo esse post, não consigo aguentar de tanta felicidade. O motivo? Já que o post é sobre livros então vou contar: o blog agora é parceiro da editora Companhia da Letras. Eu fiz inscrição para várias editoras e fiquei bem chateada por não ter sido selecionada, até duvidei que seria selecionada pela Companhia da Letras, já que é uma editora grande e várias menores não me escolheram. Aqui no blog tem muitos livros do grupo, eu realmente gosto do catálogo, então acho que vai ser uma experiência muito legal.

Mas voltando ao assunto, agora que janeiro se foi, é hora de definir as leituras do mês de fevereiro. Ainda não finalizei dois livros do mês passado, então serão menos livros agora.
  • Geek Love (Eric Smith) - acho que faz uns dois anos que comprei esse livro e li só as primeiras páginas. Na época em que comprei foi exatamente quando decidi passar 24 horas do dia estudando para concurso. Agora que percebi que não adianta fazer isso, tenho mais tempo para viver, então, está na lista.
  • O homem X (Bruno Paes Manso) - esse livro foi um empréstimo, mas a pessoa que me emprestou apenas desapareceu do mapa. Vou aproveitar e ler logo ele, já que também está na fila há algum tempo.
  • Os últimos dias de Krypton (Kevin J. Anderson) - seguindo o ritmo das leituras de janeiro, com Wayne de Gotham, vou ler esse, pois não aguento mais olhar para ele parado na estante. Não sei o nível de loucura de vocês, mas sinto que meus livros me julgam por não tê-los lido.
Essas são as escolhas do mês e sei que são poucos, mas ainda vou receber o livro em parceria com a Companhia das Letras (pulando aqui) e preciso terminar os do mês passado. Além disso o mês tem só 28 dias - e ainda tem carnaval - e vai ser uma mega correria por aqui. Torçam por mim e me acompanhem nas redes sociais para saber o que está rolando do lado de cá.

Curtam a página do blog no Facebook