Sabe o inverno?

segunda-feira, setembro 09, 2019

,
Sinopse: Aqui o feminismo não é apenas mais uma teoria defendida na universidade, nem uma trincheira de políticos em busca de votos. Marli Gonçalves, combatente de primeira hora, sai uma vez mais em campo para ajudar mulheres e homens a praticar o feminismo, a lutar por uma sociedade mais justa. Marli foge dos teóricos da moda, assim como do(a)s político(a)s oportunistas. O feminismo que prega é o vivido, não apenas o pensado. Este livro é o presente ideal para mulheres e homens que queiram – ou precisem – aprender o que é mesmo esse tal de feminismo.
“O feminismo é um ideal e um movimento real, uma forma de pensamento e busca de ação abrangente para promover cada vez mais a igualdade de oportunidades entre mulheres e homens.”
“Para começar, homens e mulheres podem e deveriam se declarar feministas. A sociedade justa precisa ser construída por todos. Feminista é adjetivo bom para se definir, para chamar alguém, seja mulher ou homem.”
★★★★★/5

Como é bom ler sobre movimentos sociais e entender como eles funcionam. Depois de ler Feminismo no Cotidiano eu só consigo imaginar um exemplar dele sendo entregue em cada mão de pessoas que não sabem o que falam.

Já tive lá meus preconceitos com o movimento, mas a partir do momento em que você compreende que alguns absurdos são a exceção e não a regra você passa a admirar e querer cada dia mais que as mulheres conquistem seu lugar.

Feminismo no Cotidiano é basicamente um compilado de muitas informações que nós já vimos em algum lugar. Para quem estuda o feminismo, pode parecer que não trás muita coisa nova, mas vamos pensar naquela mulher que não  tem acesso a informação ou naquele homem que insiste em ser um idiota no cotidiano.

Precisamos sempre pensar além de nós mesmo, isso se chama empatia. Por isso, sempre que pensar em luta de classes, pense em você, mas pense também no outro, essa é a ideia de todas as lutas: interesse coletivo.

Já indiquei esse livro para várias pessoas e já tenho uma listinha de nomes para quem vou emprestar. Meu desejo mesmo era poder comprar e presentear muita gente com um exemplar, porque, sinceramente, são informações tão importantes e do nosso dia a dia que me impressiona o fato de ainda existirem tantas pessoas com pensamento retrógrado.

Aproveitando o assunto do livro, gostaria de citar a situação aqui do Distrito Federal em relação à violência contra a mulher. Esses dias eu estava assistindo a um jornal local e fiquei impressionada com os números. Não sei se é porque agora estão dando mais lugar para que a informação seja passada ou se realmente aumentou o número de feminicídio.

O caso do maníaco de Brasília chocou nosso país. Quantas vidas perdidas e quanta gente culpando as vítimas. É muito triste. Em uma reportagem do jornal Metrópolis, podemos ver 13 crimes registrados até maio desse ano. Sem contar os que não são registrados ou que, graças a Deus, a vítima conseguiu sair viva.

Nossa realidade está cada dia pior, mas eu torço para que as pessoas evoluam, sei que isso é possível.

Título: Feminismo no cotidiano
Autor: Marli Gonçalves
Páginas: 160
Ano: 2019
Editora: Contexto
I.S.B.N: 9788552001508

Compre na Amazon.

segunda-feira, setembro 02, 2019

,
Sinopse: Arnie Cunnigham era um perdedor. Rosto coberto de espinhas, desajeitado com as garotas, magro demais, passava os dias pelos corredores da escola, tentando fugir da gozação dos colegas. Isso até Christine entrar em sua vida. Amor à primeira vista. A partir desse dia, o mundo ganha novo sentido. Tudo o que Arnie quer é estar junto de Christine. Mas não se espere um novo Romeu e Julieta, tratando-se da mente assombrosa de Stephen King. Christine é um carro. Um Plymouth Fury 1958. Um feitiço sobre rodas que se apodera de Arnie e faz dele alguém diferente. Há algo poderosamente maligno solto pelas estradas de Libertyville. Uma força sobrenatural que vai deixando seu rastro de sangue por onde passa. Embarque nessa viagem assustadora e boa sorte.
★★★★★/5

Faz alguns dias desde que finalizei Christine e ainda não consegui tirar a história da minha cabeça. Ultimamente estou em um caso de amor com Stephen King e, mesmo sendo um livro mais antigo, eu nunca o havia lido e, sinceramente não conhecia a história.

A primeira coisa que você precisa entender antes de ler Stephen King é que ele cria todo um ambiente para poder desenvolver sua história. Ou seja, todos os detalhes desde o lugar onde a história se passa até o fio de cabelo perdido entre os lençóis de algum personagem.

Christine é um clássico das histórias de terror, tanto que virou filme. Quero dizer aqui que vi o filme depois da leitura, ou seja, esse ano. Como eu disse ali em cima, não conhecia a história antes disso.

Eu amo a escrita do Stephen King. Podem reparar no meu Instagram que ultimamente tenho lido muitos livros dele.

Christine é bem assustador. Talvez se eu fosse mais nova eu sentiria mais medo, mas ainda assim é bem bizarro você notar a mudança de personalidade do Andy depois que ele compra aquele carro.

Você vai enxergando aos poucos essa transição de um garoto bobo e cheio de espinhas para um cara cruel e respondão.

O interessante, também, é ver que o carro tem vida própria. Tudo muito bem explicado ao longo do livro, enquanto que no filme não explica nada o motivo de o carro ser "vivo".

Mesmo sendo uma leitura cansativa em alguns momentos, eu gostei bastante e é só mais um daqueles livros que você deseja que todos leiam.

Conte aí, você já leu ou tem vontade de ler?

Até mais.

Título: Christine
Autor: Stephen King
Páginas: 321
Ano: 1998
Editora: Objetiva
I.S.B.N: 9788573029000

Compre na Amazon.

terça-feira, agosto 27, 2019

,

Sinopse: A autora best-seller do The New York Times está de volta com um romance ainda mais sombrio, intenso e assustadoramente real.
Para proteger o irmão, Sloan foi ao inferno e fez dele seu lar. Ela está presa em um relacionamento com Asa Jackson, um perigoso traficante, e quanto mais os dias passam, mais parece impossível enxergar uma saída. Imersa em uma casa incontrolável que mais parece um quartel general, rodeada por homens que ela teme e sem um minuto de silêncio, também parece impossível encontrar qualquer motivo para se sentir bem. Até Carter surgir em sua vida.
Sloan é a melhor coisa que já aconteceu a Asa. E se você perguntasse ao rapaz, ele diria que também é a melhor coisa que já aconteceu a Sloan. Apesar de a garota não aprovar seu arriscado estilo de vida, Asa faz o que é preciso para permanecer sempre um passo a frente em seu negócio e proteger sua garota. Até Carter surgir em sua vida.
A chegada de Carter pode afetar o frágil equilíbrio que Sloan lutou tanto para conquistar, mas também pode significar sua única saída de uma situação que está ficando insustentável.
Colleen Hoover não tem medo de escrever sobre assuntos delicados e Tarde demais prova isso. Perpassando as formas mais cotidianas de machismo até as formas mais intensas e cruéis de abuso, a autora mergulha na espiral atordoante que é um relacionamento abusivo.

★★★/5

Acredito que Tarde Demais da Colleen Hoover tenha sido o livro mais perturbador que li esse ano. Já quero iniciar esse texto dizendo que é um livro cheio de gatilhos, que trata de relacionamento abusivo e estupro. Se você é sensível a esse tipo de conteúdo recomendo que não leia.

Porém, se você sabe lidar melhor com esses assuntos e acha até importante ler sobre, vamos lá que vou te contar o que achei.

Colleen Hoover é incrível na arte de abordar temas pesados. No próprio livro ela conta que foi o mais diferente de seus trabalhos e que a princípio nem publicaria o livro físico.

Tarde Demais me chocou muito e em vários momentos eu não sabia se prosseguia com a leitura ou se parava e dava um tempo, já que realmente acontecem coisas cruéis o tempo todo.

Sofri muito durante a leitura. Sofri mesmo. Sofri porque não conseguia imaginar uma saída para a Sloan (mesmo sabendo que haveria alguma saída), e também porque eu morria de medo de possíveis mortes.

O amor encontra você nas tragédias. Certamente é onde Carter me encontrou.

É uma história muito triste. É impressionante como o assunto abordado em Tarde Demais existe na vida real e é mais comum do que imaginamos ou gostaríamos que fosse.

Ser mulher e ler tudo o que se passa com Sloan é terrível. Machuca saber que é real.

Eu gostei muito desse livro e realmente acredito que o assunto todo precisa ser falado. As pessoas às vezes nem sabem que estão em um relacionamento abusivo e partir de uma leitura como essa passam a refletir sobre sua situação. Enfim, espero que tenham gostado da indicação de hoje.

Até a próxima.

Título: Tarde Demais
Autor: Colleen Hoover
Páginas: 384
Ano: 2018
Editora: Record
I.S.B.N: 9788501115003

Compre na Amazon.

segunda-feira, agosto 26, 2019

,
Sinopse: Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer.
O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter sido enviado por sua esposa.
Esses novos fatos fazem ressurgir inúmeras perguntas sem resposta:Como David conseguiu sair do lago? Elizabeth está viva? E, se estiver, de quem era o corpo enterrado oito anos antes? Por que ela demorou tanto para entrar em contato com o marido?
Na mira do FBI como principal suspeito da morte da esposa e caçado por um perigosíssimo assassino de aluguel, David Beck contará apenas com o apoio de sua melhor amiga, a modelo Shauna, da célebre advogada Hester Crimstein e de um traficante de drogas para descobrir toda a verdade e provar sua inocência.

Quem diria que eu pudesse amar Harlan Coben? Já tinha visto várias indicações de livros dele, porém nunca havia dado muita atenção. O primeiro livro que li dele foi A Grande Ilusão e simplesmente adorei.

Ouvi várias vezes que ele era o rei do suspense e, como vocês sabem, é meu gênero preferido. Lembram da série Safe? É baseada num livro dele também, então já dá para entender mais ou menos a escrita dele e como ele desenvolve bem os suspenses. Apesar de ter lido dois livros apenas, eu sei que já amo esse cara.

"Não conte a ninguém" é daqueles livros que você se segura para não dar uns gritos a cada descoberta que é feita. Bom, caso você seja igual a mim, que grita enquanto lê, chora, suspira e passa por diversas emoções durante uma boa leitura.

Eu particularmente amo as sensações que o suspense oferece. No livro de Harlan Coben o que não falta é isso. "Não conte a ninguém" me surpreendeu bastante por vários motivos. Principalmente porque era um escritor que até pouco tempo não tinha espaço na minha estante.

Um livro cheio de reviravoltas e coisas que você simplesmente não consegue imaginar que poderia acontecer. 

O final do livro foi exatamente como eu queria que fosse, mas até chegar lá parece que nada vai dar certo e você torce o tempo todo para que as coisas voltem para o lugar. É muito difícil contar o quanto um livro é incrível sem dar spoiler e olha que eu indico livros aqui há tempos hein.

“Aprendi que o fato de você não conseguir ver nenhuma outra explicação não significa que ela não exista. Significa apenas que você não consegue enxergá-la.”

Os personagens são bem desenvolvidos e mesmo Elizabeth, que está morta há oito anos, é apresentada de forma bem simples, tanto o lado físico quanto sua personalidade. Você consegue enxergar bem como é cada um deles.

Gostei bastante da maioria dos personagens e confesso que guardei um carinho especial pelo Tyrese, que, mesmo sendo o chefe do tráfico, é uma pessoa com caráter e que pretende mudar de vida, já que pensa muito no futuro do filho.

Deixo aqui a minha recomendação e sei que esse é um livro bastante popular do Harlan Coben. Contem aqui nos comentários se já leram, se ficaram interessados.

Até a próxima.

Título: Não conte a ninguém
Autor: Harlan Coben
Páginas: 240
Ano: 2014
Editora: Arqueiro
I.S.B.N: 9788580410792

segunda-feira, agosto 19, 2019

,
Sinopse: Uma das mais conhecidas frases do mundo da bola diz que, no futebol, a velocidade é essencial, mas a pressa... totalmente dispensável. De fato: para que o jogo flua a contento de quem o pratica e, principalmente, de quem o assiste, é fundamental que a bola role, que seja plena a dinâmica, mas importantíssimo que ela não se confunda com afobação – se isso se der, a jogada não deu. Mas como contar de forma resumida uma história cujos primeiros registros datam de cerca de 2.500 anos atrás? Como contextualizar cada fato importante ligado ao surgimento, ao desenvolvimento, enfim, à consolidação do futebol como o esporte mais popular do planeta – com ênfase no futebol nacional –, a importância de cada craque, seja dos campos ou dos bancos, a transformação de um simples jogo na maior paixão não só dos brasileiros, mas de bilhões de torcedores espalhados pelo mundo? Esse foi o maior desafio, e a única forma de superá-lo seria usar o poder de síntese sem menosprezar detalhes, utilizar uma linguagem direta sem comprometer a compreensão, explicar a presença daquele atleta ou treinador em detrimento da ausência daquele outro jogador ou técnico sem esquecer que a preferência por este ou aquele, seja ele qual for, é uma questão subjetiva, muitas vezes de pura paixão clubista. Apesar do título, este livro deve ser lido sem pressa. É que somente dessa forma se conhecerão exatamente o poder e o significado de um grito de GOOOOOL!!!
★★★★/5

Um livro sobre uma das maiores paixões brasileiras. Eu gosto muito de futebol, gosto mesmo, apesar de não acompanhar hoje em dia como já acompanhei antes. Mas ainda assim, sempre que tenho um tempinho livre e está passando algum jogo daqueles bons de se acompanhar eu assisto.

Esse foi um lançamento incrível da Editora Valentina agora em 2019. E assim como gosto muito de futebol, a história dele também muito me interessa. Eu gosto de saber detalhes ainda mais de uma época em que tudo era novo.

A história do futebol para quem tem pressa é um livro curto, porém completíssimo com tudo que tem de mais importante por trás dessa coisa linda. Além de detalhar como e onde surgiu o esporte, nós ainda conhecemos os caras que mais se destacaram na história. Alguns eu já conhecia, outros já tinha ouvido falar e outros me foram apresentados no momento da leitura.

Mas, como nem tudo é perfeito, o autor esqueceu do futebol feminino. Tudo bem que ele só surgiu bem depois e infelizmente não é tão reconhecido como deveria, mas acho que caberiam algumas páginas para exaltar nossas mulheres do futebol.

De qualquer forma, é uma leitura muito legal para quem curte história e quem quer conhecer um pouco mais sobre o futebol.

Márcio Trevisan conta como surgiu o Campeonato Brasileiro, um dos maiores campeonatos do país, e de uma forma bem objetiva nos mostra como os demais campeonatos se formaram, assim como as mudanças nas regras ao longo dos anos.

Sabe aquela polêmica sobre o Palmeiras ter ou não um mundial? Então, eu finalmente entendi e, levando em consideração que os demais times foram considerados campeões, então, sim, o Palmeiras tem mundial.

A História Do Futebol Para Quem Tem Pressa de Márcio Trevisan faz parte da coleção A História Para Quem Tem Pressa da Editora Valentina.

Leia também A história do Universo Para quem Tem Pressa.

Até a próxima

Título: A História Do Futebol Para Quem Tem Pressa
Autor: Márcio Trevisan
Páginas: 200
Ano: 2019
Editora: Valentina
I.S.B.N: 9788558890885

Compre na Amazon.